Família Reis é a maior dor de cabeça para a gestão David Almeida no início do mandato

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A família Reis – leia-se vereador David Reis (Avante), filho, e ex-deputado Sabá Reis, pai) – transformou-se na maior dor de cabeça do prefeito David Almeida (Avante) neste início de mandato. De grande influência sobre o novo mandatário, por causa da fidelidade mesmo após a derrota na disputa do Governo do Estado em 2018, eles acabaram cometendo tantas falhas em menos de um dois meses que hoje transformaram-se em unanimidade negativa no grupo que assumiu o poder em Manaus

Logo no início do mandato, o pai, Sabá, envolveu-se em uma discussão com funcionários de uma Unidade Básica de Saúde por querer dar ordens a eles sem ter autoridade para tal. Nomeado secretário municipal de Limpeza Pública – cargo que ele mesmo escolheu, segundo o blog  -, o ex-deputado sentia-se tão influente que poderia interferir em outras áreas. E foi assim no episódio. Por entender que os atendentes não estavam recebendo bem a população, ele dirigiu-se aos profissionais com palavras ríspidas, tudo devidamente gravado e divulgado. Ali percebeu-se o quanto ele se sentia como uma espécie de “primeiro ministro”.

O nocaute, entretanto, veio no início da vacinação contra a Covid-19, há pouco mais de um mês. Sabá foi flagrado furando a fila da vacinação, não se desculpou, forçou o prefeito a defendê-lo e viajou a São Paulo, alegando ter sentido sintomas da Covid-19. Na verdade, tentou sair de cena para que o episódio – mais um negativo – fosse “esquecido”. Não deu certo. Ele é alvo de ação judicial que o Ministério Público está preparando para pedir punição pela irregularidade e ainda entrou na mira da juíza federal Jaiza Fraxe.

O filho, David Reis, guindado à presidência da Câmara Municipal de Manaus por causa da influência do pai, tem se revelado um desastre na função. Manteve a Casa omissa enquanto a Assembleia Legislativa antecipava o fim do recesso para ajudar nas soluções relacionadas à vacinação contra a Covid-19 e envolveu-se em uma série de polêmicas relacionadas à nomeação de familiares em cargos públicos.

Inicialmente nomeou em cargo relevante na Câmara o sobrinho do prefeito, Derick Almeida, o que já jogou luzes sobre a relação. Na semana passada a identificação da esposa do vereador e de seu cunhado entre os nomeados na Casa Civil levantou a suspeita de nepotismo cruzado. David Almeida apressou-se em determinar a exoneração deles. Por fim, detectou-se a nomeação da tia do presidente como diretora do Legislativo.

O cheiro de “rachadinha” na Câmara, a partir do gabinete da Presidência, é muito forte e tem incomodado vereadores aliados. Em segundo mandato, David Reis sempre foi um vereador do chamado “baixo clero”, sem nenhuma proposta relevante. É considerado entre os colegas um adepto da “velha política”. Ainda assim, teve seu nome bancado pelo grupo que chegou à Prefeitura.

David Almeida terá dificuldades para contornar os problemas criados pelos Reis nestes primeiros dias de mandato.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem 3 comentários

  1. Sandra Solange Alves

    É muito triste que esse tipo de coisas estejam acontecendo nos dias de hoje e mais grave ainda em um momento tão delicado de pandemia. Isso precisa ser resolvido… infelizmente, não estão aprendendo nada com a pandemia. Eram para estarem do lado dos interesses do povo… porém, o que se percebe é que seus interesses estão acima de tudo e de todos… Só Jesus para nos ajudar.

  2. Marluce

    Simplesmente lamentável. Ministério Publicidade precisa agir logo.

  3. Ronaldo Barroso

    Essa classe política tá todo contaminada com esse vírus da corrupção e também não existe vacina para esse tipo de vírus são muitas variantes.

Deixe uma resposta