Enem: Redacao deve ser feita primeiro para não comprometer desempenho final

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

enem 2

Item de maior pontuação no Enem, a redação é sempre alvo de preocupação por parte dos candidatos. Trata-se da prova decisiva para obtenção de uma boa colocação. Além disso, o quantitativo de meio milhão de notas zero contabilizadas no ano passado acabam ajudando a propagar o clima de tensão. No Amazonas, mais de 156 mil vão fazer a prova que será aplicada neste final de semana (23 e 24).  

Para enfrentar o momento com maior tranquilidade e garantir tempo para as demais questões, a professora de Língua Portuguesa, Maria Bernadete Bonini, da Faculdade Martha Falcão | DeVry, aconselha a sempre ler, mais de uma vez, e com muita atenção, o texto de apoio.

“Ali o candidato poderá encontrar o norte para onde o texto deverá seguir. Além disso, para quem não souber nada sobre o tema, serve como base para informações, só não pode repetir, ou seja, copiar o texto”, explica a professora, que também leciona as disciplinas de Linguística e Educação e Metodologia do Ensino da Língua Portuguesa.

O enunciado da Redação é o ponto que deve ter atenção total do candidato, principalmente por conta do verbo que determinará o que ele deve fazer: dissertar, narrar ou descrever.

Na introdução, lembra ela, o candidato precisa oferecer um panorama geral do tema, sempre procurando demonstrar a relevância do mesmo. No desenvolvimento, a banca examinadora normalmente observa se o candidato tem visão global, considerando os diversos aspectos da questão explorada, e se articula bem as ideias. 

“É possível dizer o suficiente em poucas linhas. O tamanho do texto não conta muito, desde que ele tenha informação, não pode ser superficial”, explica Maria Bernadete. Coesão, coerência e unicidade também são pontos observados para pontuação.

A professora lembra ainda que o Enem é uma prova de resistência física, pela complexidade das questões a serem resolvidas em um curto espaço de tempo, o que gera cansaço mental. Daí a recomendação para que a prova de redação seja feita antes das demais questões. “Cansado e estressado é difícil construir um bom texto”, pontua.

Provas

Os participantes farão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma prova de redação. No sábado, 24 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos.

Ação de relaxamento

Para os 2,5 mil alunos que prestarão as provas nas salas de aula das duas unidades da Faculdade Martha Falcão serão oferecidas atividades de relaxamento, antes do início do exame. Os alunos do curso de Piscologia serão os responsáveis pela ação, que terá ainda distribuição de água mineral e picolé para amenizar o calor.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta