Em nota, David elogia Pazuello: “Um grande aliado de Manaus no combate à Covid-19”

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), saiu em defesa do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, muito criticado nos últimos dias na cidade por não ter cumprido a promessa de começar a vacinar pessoas na faixa etária de 50 a 69 anos hoje. As notas que a Prefeitura vinha divulgando soaram como um desmentido à autoridade federal, o que gerou a reação do gestor, preocupado em não desgastar sua relação com o Governo Federal. “O cronograma de vacinação previsto para começar nesta segunda-feira e que por conta de ajustes na entrega dos lotes foi adiado, em nada diminui os esforços do ministro e da prefeitura”, diz o texto.

Veja a nota, na íntegra:

“O governo federal, por meio do ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, tem sido um grande aliado de Manaus no combate à Covid-19.

Qualquer afirmação diferente desta deve ser desacreditada.

O cronograma de vacinação de pessoas entre 50 e 69 anos, previsto para começar nesta segunda-feira, 22, e que por conta de ajustes na entrega dos lotes foi adiado, em nada diminui os esforços do ministro e da prefeitura.

Esforços estes que colocam o Amazonas, puxado por Manaus, como o estado que mais vacinou idosos e profissionais de saúde proporcionalmente em todo o Brasil.

Reitero que nossas equipes continuam a vacinação de idosos acima de 70 anos e que estamos preparados para iniciar o processo de imunização em nova faixa etária, tão logo cheguem as vacinas.

Agradeço mais uma vez ao ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, por seu olhar atento à pandemia em nossa cidade.”

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta