Eleição decidida em Rio Preto da Eva: juíza suspende inelegibilidade de Anderson Souza

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

anderson souza

A juíza Solange Salgado, da Justiça Federal em Brasília, sepultou qualquer esperança dos adversários do ex-prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza, de vê-lo fora da disputa pela prefeitura este ano, ao determinar que o nome dele seja retirado da chamada “lista de inelegíveis” divulgada pelo Tribunal de Contas da União. Havia um clima de velório hoje nos comitês dos dois principais concorrentes dele, depois que a decisão foi anunciada.

Explica-se: depois de perder a eleição de 2012, de forma surpreendente, para o médico Luiz Ricardo Chagas, Anderson recobrou o prestígio, diante do desastre total que foi a administração de seu adversário. Hoje, em qualquer pesquisa, ele aparece com pelo menos 60% das intenções de voto, em uma cidade onde não existe segundo turno.

Os adversários – o também ex-prefeito Adail Paz e o vereador Niró Kohashi – apostavam na impugnação da candidatura, solicitada pelo Ministério Público Eleitoral, para travar entre eles uma disputa pela prefeitura. Com a decisão da Justiça Federal, os dois não têm a menor chance, diante da cristalização da intenção de voto em Anderson – fato só comparável ao que ocorre em Coari com o empresário Adail Pinheiro Filho.

A eleição em Rio Preto da Eva está decidida.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta