De olho nos cargos do PMDB, PT e PC do B tentam empurrar Braga para fora do Ministério

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

yann2

Não foi um discurso ideológico o que o militante Yan Evanovick fez ontem na praça São Sebastião, “desafiando” o ministro Eduardo Braga e seus correligionários a irem para a rua defender o mandato da presidente Dilma Roussef ou abandonar os cargos. Foi um pronunciamento fisiológico. O partido dele, PC do B, e o PT local estão de olho no espólio que pode resultar da saída de Braga da base de apoio do governo federal.

A esquerda local avalia que o balcão de negócios instalado em Brasília, depois da decisão do PMDB de romper com o governo, está dando certo e o impeachment não será aprovado. Por isso, têm pressa de descartar Braga para ocupar os cargos que o ministro controla no Estado.

Braga chega hoje a Manaus. Até ontem não havia definido sua situação. Ele está entre os que entende como precipitada a saída do PMDB da base.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta