David e Wilson sondam possibilidades de comprar vacinas contra a Covid-19

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), admitiu ontem a possibilidade de comprar vacinas para imunizar a população de Manaus contra a Covid-19 com mais rapidez. O blog apurou que o governador Wilson Lima (PSC) também tem feito contatos com esse objetivo. Ambos ressalvam que só poderão se movimentar após a aprovação dos medicamentos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Estou em conversas com parceiros privados. Nós estamos buscando, além dessa opção de recebermos a vacina do governo federal, outras alternativas para que Manaus possa, efetivamente, adquirir a vacina e fazer a imunização da sua população o mais rápido possível”, afirmou o prefeito.

Os dois participaram de uma reunião com representantes do Ministério da Saúde e governo do Amazonas, para alinhar as ações de combate à Covid-19 na cidade. O encontro aconteceu na noite desta terça-feira (5/1), no Centro de Cooperação da Cidade (CCC), localizado no Parque 10, zona Centro-Sul.

O prefeito voltou a salientar a importância do trabalho em conjunto entre os governos e a importância da disponibilização, o quanto antes, da vacina contra a doença na imunização da população.

O encontro contou com a presença do diretor do Ministério da Saúde(MS), Vinícius Nunes, do secretário de Estado de Saúde (SES-AM), Marcellus Campêlo, da secretária municipal de Saúde (Semsa), Shádia Fraxe, e terminou com os governos firmando a parceria, para ampliar os esforços no combate ao aumento no número de casos de Covid-19 no Amazonas.

“A partir de segunda-feira (11/1), estaremos com ações integradas com distribuição maciça de medicamentos e teste rápido. Vamos fazer a testagem da população e essas ações conjuntas, certamente vão minimizar, vão diminuir a incidência da procura das pessoas às unidades do Estado, de média e de alta complexidade”.

Ainda nesta terça-feira, o prefeito David Almeida revelou à Rede de Televisão CNN Brasil, que já está planejando, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), uma testagem em massa na população, para que ocorra o aumento na eficiência dos atendimentos básicos de saúde.

“Nós temos 19 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) fixas e três unidades móveis, onde já estamos fazendo a testagem na população. Fiz contato com o Ministério da Saúde e vamos, ainda hoje, solicitar mais testes rápidos para ampliar a cobertura. Assim, podemos fazer o tratamento precoce, para que a doença não possa evoluir”, finalizou.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta