Círculo mais próximo quer Amazonino candidato, mas teme que a saúde o faça recuar e apoiar outro nome

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O governador Amazonino Mendes (PDT) tem viajado com cada vez mais frequência para se submeter a procedimentos médicos. Agora mesmo está em São Paulo com este intuito. A saúde do mandatário é o principal fator que gera dúvidas quanto à sua candidatura à reeleição. O círuculo mais próximo dele, formado por familiares, assessores de loga data e amigos, quer vê-lo candidato, mas teme que suas condições físicas o façam desistir de tentar o quinto mandato.

Na campanha do ano passado, Amazonino precisou parar algumas vezes para se recuperar das caminhadas e comícios. Chegou a passar mal durante uma carreata em Itacoatiara, sob sol escaldante. Seus marqueteiros se esforçaram ao máximo para esconder os problemas de saúde que ele enfrenta, absolutamente naturais para a idade do político – 78 anos.

Amazonino é diabético e hipertenso e em 2012 desistiu de disputar a reeleição para a Prefeitura de Manaus depois de se submeter a uma operação para corrigir problemas coronários. Quando encerrou o mandato e passou o poder a Arthur Virgílio Neto (PSDB), a quem apoiou, estava visivelmente abatido, debilitado. Sem o estresse da gestão, recuperou-se, a ponto de encarar a eleição suplementar para o Governo, no ano passado, quando todos já pensavam que estaria definitivamente aposentado.

No atual mandato, tem limitado ao máximo as aparições públicas e é protegido pela assessoria, que evita a todo custo expo-lo a maratonas exaustivas ou sob calor intenso.

Já se comenta no círculo íntimo do veterano político que ele pode abrir mão de disputar a reeleição para apoiar alguém deste grupo. Daí a revolta de outros aliados, como o senador Omar Aziz (PSD), que pretendia ser o predileto do governador, se este decidisse não concorrer.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Anônimo

    Saude é o que interessa, o resto não tem pressa ….

    Ave Amazonino, Diabético, Hipertenso ?

    Sim, porém lúcido. Caso não se sinta adequadamente disposto, por AMOR ao Amazonas, não indicará a quadrilha que anda por MAUS CAMINHOS, pois de qualquer forma, o Estado ficaria sem Governador ou seria governado do presídio .

    Morro de rir quando me dou conta que um idoso, desses com jeito de que já não tem mais o vigor físico para certas atividades,como uma exaustiva campanha eleitoral, botou no bolso toda quadrilha que junto com a FDN elegeu o Zé Merenda.

    Tem 100 anos de perdão…

Deixe uma resposta