Mulheres apresentam último livro da trilogia de Regina Melo

Regina Melo, autora da trilogia literária que será apresentada nesta sexta-feira, 15 de junho, na Galeria do Largo, às 19 horas, no largo São Sebastião, escolheu algumas mulheres com influência na sua vida e na sua obra para apresentarem seu terceiro e último romance A fênix e o Dragão – Paixão e eterno retorno. A publicação do terceiro livro encerra a pesquisa realizada pela autora nos últimos vinte anos. Os romances foram editados com recursos oriundos de projetos de patrocínio do Banco da Amazônia.

A chef Natacha Andrade (foto) estudou Comunicação Social com Regina Melo e foi sua parceira em muitas canções. É dela o seguinte depoimento sobre o romance: “Recomendo a leitura. A Fênix renasce e se reinventa, algo que nos inspira e desafia a rever a nossa ‘humanidade’ que tem sido capaz de tanta barbárie. É surpreendentemente atual”.

A artista multimídia e amiga Nathy Passos diz: Que Regina Melo era a Senhora das Letras e da Poesia, eu já sabia desde o tempo de " Pariência" (seu primeiro livro). É com muita satisfação que percebo sua evolução narrativa. Sua habilidade para escrever encanta: está apurada, criativa e atual. Uma escritora que amadureceu junto com seus ideais e, tal qual sua Fênix, está sempre ressurgindo, voando com sua fértil imaginação e surpreendendo”.

Para Valéria Silva Gomes, psicóloga, leitora das obras de Regina Melo desde o primeiro romance, o livro “é uma aventura surpreendente, rica e mágica, de encontros e sabedoria. Que se espalhe esta nova semente e encha o mundo com novas árvores, porque, como diz Regina, a única realidade que move todas as coisas é a transformação (p. 49 do livro).

A apresentação do livro é de Ana Lúcia Pardo, atriz, jornalista, gestora cultural, professora de Artes Cênicas do Programa de Estudos Culturais e Sociais no curso de Pós-Graduação em Produção Cultural da Universidade Cândido Mendes e doutora em Políticas Públicas e Formação Humana na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. “Senti na escrita de Regina Melo a floresta se pronunciar com suas múltiplas e infinitas vozes, mas também com seus silêncios que me preencheram por inteira. A saga de Órion nos leva a refletir sobre os desejos secretos do ego, os traumas, assim como a violência que em grande medida atravessa as disputas pelas ocupações de espaços e as posições de poder. E como é revelador o seu encontro com os elementos fogo, água, terra e ar”.

Regina Melo é jornalista, escritora, poeta, roteirista, compositora e produtora de audiovisual. É autora de Pariência (1984), Estação do Nada (1988), O Poema (1998), História do Abastecimento de Água de Manaus (1989), História do Saneamento de Manaus (1991), Ykamiabas – Filhas da Lua, Mulheres da Terra (2004 e 2012), Oceano Primeiro – Mar de Leite, Rio da Criação (2011 e 2012) e A Fênix e o Dragão – Paixão e Eterno retorno (2018), da revista em quadrinhos e filme Os anseios das cunhãs (2005 e 2014).

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

LEAVE A REPLY