Começa reforma de prédio que vai abrigar os venezuelanos

0
137

O Governo do Estado deu início, nesta quinta-feira, 18 de maio, aos serviços de limpeza, reparos e adaptações no prédio do antigo Projeto Jovem Cidadão, no bairro Coroado, zona leste, onde serão abrigados os migrantes venezuelanos que estão em Manaus. Os trabalhos estão sendo realizados pela equipe de engenharia da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) e o prazo para conclusão dado pelo governador David Almeida é de no máximo 10 dias. 

Segundo a gerente de obras da Seduc, Neuda Batista, os trabalhos de limpeza envolvem varrição, capina e lavagem de todo o prédio. Na parte de reparos, serão trocadas telhas quebradas, feita a reativação do poço artesiano, adequação da rede hidráulica e elétrica, colocação de forro e pintura. Serão feitas ainda adaptações dos banheiros, reforma da cozinha, transformação de cinco salas em dormitórios e instalação de uma estrutura no ginásio coberto para comportar 180 redes. 

“Nós estamos aqui com uma equipe de cerca de 30 trabalhadores sob a supervisão de quatro engenheiros em várias frentes de trabalho. Vamos trabalhar 24 horas por dia para entregar tudo dentro do prazo estipulado pelo governador”, informou a gerente de obras. 

A Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), que acompanha o caso, informou que subiu de 382 para 424 o número de venezuelanos na capital amazonense. Desse total, 162 estão acampados nas proximidades do Viaduto de Flores, 245 alojados no Centro e 17 na zona leste de Manaus.

 

LEAVE A REPLY