Wilson intensifica campanha na reta final, no interior e na capital

O candidato da coligação Transformação por um Novo Amazonas, Wilson Lima (PSC), intensificou as ações na reta final de campanha para atender aos inúmeros pedidos dos eleitores. Durante a semana, retornou aos municípios de Itacoatiara e Manacapuru. Nesta sexta-feira (5), esteve em Nhamundá, localizada a 382 km de Manaus em linha reta e, em Parintins, situada a 370 km de Manaus em linha reta.
Em Nhamundá, visitou o comércio local, onde constatou um drama social que atinge a maioria da população do interior: a falta de ocupação. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município de 20,8 mil habitantes conta apenas com 722 pessoas ocupadas, aquelas que possuem uma atividade econômica com renda regular.

“Nossa cidade tem muitos jovens que perambulam pelas ruas sem ter o que fazer após concluir o ensino médio. Acredito que o Wilson, por ser jovem, entende esse problema que afeta a família inteira”, declarou o aposentado Amadeu Soares, que deposita a confiança no 20 da mudança.

Na ala da feira popular destinada ao setor de restaurantes, a microempresária Marivânia Azevedo fornece alimentação no pequeno boxe há cerca de dois anos. Desde que iniciou a atividade empreendedora, recebe insistentemente o mesmo pedido. “Não há semana sem que alguém apareça pedindo emprego. Já tenho três funcionárias, não tenho como contratar. Meu filho foi para Manaus estudar Ciência da Computação porque aqui não tem como crescer. Confio que o Wilson vai resolver esta situação”, falou depois de tirar uma foto com o candidato e toda a equipe do restaurante.

“Nós estamos iniciando um novo momento na história do Amazonas. Estamos fechando um ciclo e dando início a uma fase de prosperidade. Mas não há como evoluir sem investir na educação. Em Nhamundá, iremos trazer os cursos do Cetam e da UEA para que os jovens não sejam obrigados a deixar o lugar onde nasceram para continuar os estudos”, garantiu Wilson Lima.

Na terra dos bumbás, o ex-apresentador da transmissão do festival foi recebido como um filho que retorna a casa. No bairro do Itaúna, os moradores o apoiaram na caminhada rumo ao governo do Amazonas. “Eu sempre o assistia na TV e no festival. Parece que o conheço a vida inteira. Chega do passado. Vamos dar uma chance para o novo”, afirmou a aposentada Nazaré Macedo após receber Wilson Lima com um largo sorriso e forte abraço.

O vigilante José Antonio Andrade parou a moto e pediu uma foto do candidato. “Muitos já passaram pelo governo e fizeram pouco pelo povo. Ele é um jovem que começou a trabalhar cedo. Pode ajudar nossa juventude esquecida”, declarou.

“Parintins conta com cursos da UEA, mas não basta oferecer universidade se ao receber o diploma o aluno não consegue uma ocupação. Promoveremos ajustes na grade curricular das unidades do interior do estado no sentido de que sejam oferecidos cursos direcionados para a vocação de cada município, o que ampliará as chances de absorção dos formandos pelo mercado”, afirmou Wilson Lima.

Caminhadas

O candidato participou de caminhada no bairro Monte Sinai, na Zona Norte de Manaus, nesta sexta-feira (5) a noite.

A servidora da saúde, Graça dos Santos, 50, declarou voto para Wilson Lima, mas fez um pedido especial: que os cargos públicos indicados pelo governador, caso seja eleito, atendam a critérios estritamente técnicos.

“Eu trabalho em uma maternidade, e lá a gente tem sofrido pressão por conta da política. A gente tem medo de falar que vota no Wilson e perder o emprego”, relatou ela.

Neste sábado, o candidato e o vice participaram de caminhada no centro da cidade às 8h30. Às 15h, farão a “Carreata da Esperança”, com concentração na bola do Núcleo 23 da Cidade Nova.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta