Wilson dá a operação da PM do final de ano o mesmo nome de projeto da época de Eduardo

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

“Natal da Esperança”. O nome do evento que Eduardo Braga, hoje senador pelo MDB, realizava todo ano para distribuir brinquedos e alimentos à população mais carente, quando ele era chefe do Executivo Estadual, foi ressuscitado pela equipe do governador Wilson Lima (PSC) para batizar a operação que vai reforçar o policiamento ostensivo nas ruas da capital e intensificar a atuação preventiva da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) em todo o estado durante o período de final e início de ano.

O próprio governador lançou hoje, na praça Heliodoro Balbi, no Centro, zona sul de Manaus, a operação. Em Manaus, esse reforço será de mais de 280 policiais militares, por dia, que serão distribuídos proporcionalmente em todas as zonas. A tropa vai atuar conforme a análise dos índices criminais dos pontos mais sensíveis da capital.

A operação Natal da Esperança, que seguirá até o dia 6 de janeiro de 2022, tem o objetivo de atuar na prevenção e repressão de crimes no período em que há maior circulação de dinheiro em áreas comerciais e de serviços, devido o pagamento do décimo terceiro salário e compras para as festas de fim de ano. Há, tradicionalmente, um aumento do fluxo de pessoas nas lojas, bancos e lotéricas, o que demanda maior atenção das forças de segurança.

A PMAM vai reforçar atuação com patrulhamento a pé e motorizado nas principais vias, além de fortalecer outras operações que a corporação realiza com regularidade, como as operações Catraca, Águia, Onça e Rota Segura, ampliando a presença em todas as zonas da capital.

“Envolve um número expressivo de policiais militares que irão reforçar todo o policiamento em todas as áreas de Manaus, norte, sul, leste, oeste, centro-oeste e centro-sul. O policiamento estará de todas as formas, a pé, motorizado, dependendo do terreno, o posicionamento hipo (a cavalo) também entrará em ação, tudo isso objetivando levar à nossa sociedade a sensação de segurança, para que todos possam ir e vir sem risco”, afirma o comandante geral da PMAM em exercício, coronel Jerry Andrade de Menezes.

“Com esse aumento do contingente, o comércio espera uma reação na economia, porque uma vez a polícia ostensiva afugenta o crime temos um retorno no campo comércio. Então esse Natal da Esperança, Natal seguro, veio em boa hora. A Associação Comercial do Amazonas agradece aqui o Governo do Estado e as autoridades policiais”, disse o presidente da Associação Comercial do Amazonas (ACA), Jorge Lima.

Foto: Herick Pereira

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta