Voto de Saulo Vianna na Comissão acende luz amarela na sede do Governo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A abstenção do deputado Saulo Vianna (PTB) na votação para presidente da Comissão do Impeachment acendeu a luz amarela na sede do Governo. É que ele é correligionário do vice-governador, Carlos Almeida, que teria orientado o voto. Um mapeamento feito pelos governistas indica que houve de fato uma movimentação deste último às vésperas da votação.

Ao final da votação de ontem deputados da oposição falavam em “decepção” com dois deputados que teriam se comprometido em votar com eles, depois de serem contactados pelo vice-governador. “Mudaram o voto deles meia hora antes”, diz um parlamentar.

A própria candidatura do deputado Felipe Souza (Patriota) à presidência da Comissão do Impeachment teria as bençãos do vice-governador, segundo o blog apurou. Se ela vingasse, o segundo passo seria desmembrar o processo para que Wilson Lima e Carlos Almeida fossem julgados separadamente.

Resta saber agora se a votação registrada ontem vai se repetir nos próximos enfrentamentos dentro da Comissão.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta