Vídeo de balsa descontrolada mostra os riscos que trabalhadores amazonenses estão correndo para transportar óleo cru do Peru para ser exportado a partir de Manaus

Um vídeo impressionante gravado por trabalhadores de uma transportadora amazonense que hoje carrega balsas de óleo cru no Peru a fim de exportar o produto usando como base os portos de Manaus mostra os riscos que eles correm devido à fortíssima correnteza do rio Ucaiale, no país vizinho. Os rebocadores normalmente usados para guiar comboios para distribuição de combustíveis no interior do Amazonas não têm potência suficiente para controlar as balsas em rios como este peruano, o que acarreta incidentes como o registrado nas imagens que você vê ao fim da postagem. Felizmente não houve vítimas.

Empresas como a City, Navemazonia, Galo da Serra, Navecunha e Edlopes firmaram contratos vultosos com multinacionais que comercializam combustível para carregar óleo cru no Peru e exportar para a Europa, usando uma rota alternativa que passa por Manaus, base da operação de exportação. Isso ocorreu porque a guerra entre Rússia e Ucrânia está impedindo a passagem deste tipo de produto para abastecimento da Europa e até os Estados Unidos.

Nos últimos dias vários comboios foram vistos passando pela fronteira amazonense com o Peru para carregar no país visinho. Houve inclusive problemas com os indígenas locais, que cederam terras para a passagem de oleodutos, mas querem pagamentos em troca, que estariam atrasados. Fou preciso negociar com eles para permitir o trânsito das balsas.

Veja abaixo o flagrante:

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta