Vereadores vão tentar aumentar beneficiados pelo auxílio de R$ 200, previsto para 40 mil famílias

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Os vereadores Raiff Matos (DC), Ivo Neto (Patriota), Thaysa Lippy (Progressistas), João Carlos, Márcio Tavares Capitão Carpê (todos do Republicanos) encaminharam pedido ao prefeito David Almeida (Avante) para aumentar de 40 mil para 60 mil a quantidade de famílias beneficiadas pelo auxílio de R$ 200, que vai a votação em sessão extraordinária da Câmara Municipal amanhã. Eles também pedem que o pagamento ocorra retroativo a janeiro.

A Câmara só abriria os trabalhos legislativos a partir do primeiro dia útil de fevereiro, como prevê a Lei Orgânica de Manaus. Só que o prefeito solicitou uma convocação extraordinária para votar a mensagem com o pedido de criação do Programa Auxílio Manauara, que vai pagar R$ 200 para 40 mil famílias de baixa renda durante seis meses.

“Acreditamos que o prefeito David Almeida vai analisar os nossos argumentos e verificar a viabilidade de fazer os ajustes sugeridos na mensagem”, afirmou o vereador Raiff Matos, que não fala em tentar manobrar no plenário para tentar emplacar a proposta.

Os vereadores também alertam para a necessidade de uma ampla divulgação dos critérios para o recebimento do benefício, com a devida transparência da lista dos beneficiados. Eles lembram que é preciso instrumentos claros para fiscalizar com rigor a distribuição dos recursos aos incluídos no programa.

O benefício social é um dos principais compromissos de campanha do prefeito, a fim de auxiliar a população em situação de vulnerabilidade e risco social, agravados pela pandemia. A meta da Prefeitura é iniciar o primeiro pagamento do benefício já em fevereiro.

“Nós já estamos finalizando o programa, e acredito que, já nesta semana, possamos fazer a aprovação posterior ao cadastramento e a efetivação do primeiro pagamento no mês de fevereiro. Trabalhamos diuturnamente para garantir que nada falte ao povo de Manaus. A prefeitura não se furtará em assumir compromissos que tragam benefícios e permitam que as pessoas consigam passar esse período triste da história, não só de Manaus, mas do mundo, de uma maneira mais tranquila”, afirmou David Almeida na manhã deste domingo, 24/1.

Critérios

O ‘Auxilio Manauara’ irá beneficiar famílias residentes em Manaus inseridas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal, além de famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, pessoas beneficiárias do programa Bolsa Família e trabalhadores informais abaixo da linha da pobreza. A análise dos cadastros será realizada pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta