Vereadores de Rio Preto ameaçam inviabilizar gestão do prefeito interino se não forem atendidos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

camara municipal de rio preto

O prefeito interino de Rio Preto da Eva, Ernani Santiago (PROS), está enfrentando uma chantagem que pode inviabilizar sua gestão. Acertado com o Ministério Público para ajustar diversas situações deixadas pelo prefeito afastado José Ricardo Chagas (PRP), ele foi procurado por 10 dos 11 vereadores da Câmara local, que ameaçaram tomar todo tipo de medida para parar a administração, se não tiverem suas reivindicações atendidas.

Ernani assumiu o município com quatro meses de salários atrasados, dívidas com fornecedores, problemas na merenda escolar, entre outras tantas situações. Para completar, o atraso na quitação de dívidas com a União levou ao bloqueio das contas municipais.

Com apoio do MP local, ele tem tentado fazer com que a situação seja normalizada. Só que os vereadores, que de início se recusaram a investigar as denúncias contra o prefeito afastado, agora querem ocupar cargos e auferir benesses da administração municipal, como ocorria na gestão afastada pela Justiça. E ameaçam retaliar com ações legislativas que impeçam o prefeito interino de continuar administrando.

É uma situação lamentável, que deve ser investigada com lupa pelo próprio MP, pela Justiça e pelo Tribunal de Contas, levando em conta principalmente o que os vereadores usurfruiram ao longo dos últimos três anos.

Detalhe: apenas o vereador Cabo Marcelo (PMDB) se recusou a participar da chantagem.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta