“Uma criança sugada pelo esgoto é o símbolo do momento que vivemos”, diz Marcel Alexandre

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

garoto no bueiro

Em discurso emocionado hoje na Câmara Municipal de Manaus, o vereador Marcel Alexandre afirmou que a morte do André Pereira Crescenço, que foi sugado por um esgoto enquanto brincava na rua, simboliza o momento por que passam todas as esferas de poder. “O Brasil está parado. O Amazonas está parado. Manaus está parada. E quem mais sofre com isso é quem mais precisa. Este garoto caindo pelo esgoto aberto retrata o abandono a que estamos submetidos. Estamos todos indo pelo ralo”, afirmou.

“No caso específico do bueiro, não se pode culpar nem a presidente Dilma (Roussef), nem o governador José Melo. Aquela irresponsabilidade ali é municipal”, acrescentou. “Eu pensei muito antes de falar nesse assunto, porque não quero ferir a suscetibilidade da família, já tão humilhada pela forma como tudo aconteceu”, continuou.

Ouvido com atenção pelos colegas, ele se disse chocado e pediu providências. “Já nem falo da Manaus Ambiental, porque pra mim essa empresa já deveria estar longe de Manaus há tempos, mas sim ao prefeito e seu secretariado. Temos que evitar novas tragédias como esta”, concluiu.

Os vereadores aliados do prefeito o defenderam dizendo que a tragédia que aconteceu com o garoto, assim como aquela ocorrida na avenida Djalma Batista há dois anos e meio, quando um caminhão se chocou com um ônibus, matando várias pessoas, não poderia ter sido prevista.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem 2 comentários

  1. BANDIDOS DE GRAVATA.

    O Presidente da Câmara Municipal Wilkens depois das declarações caluniosas deveria era ter o mandato cassado e ser preso.

  2. Sociedade

    Claro que tem como ser previsto.
    Deixar um bueiro (com um buraco enorme aberto) é assumir o risco de que alguém poderia cair nele.
    Infelizmente o descaso da prefeitura culminou no fato triste acontecido.

Deixe uma resposta