Um potiguar e um carioca são os novos auditores do TCE, aprovados em concurso

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

resultado de concurso

Classificados em primeiro lugar nas provas  de Conhecimentos Gerais e Específicos 1 (Objetiva) e Conhecimentos Específicos 2 (Discursiva), os candidatos Sérgio Ramalho Dantas Varella e Diego Prandino Alves são os dois novos auditores do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). O resultado final do concurso público foi divulgado na tarde desta terça-feira (22) pelo coordenador  da Comissão do Concurso Público, conselheiro Érico Desterro.

Os dois aprovados — de um total de 265 inscritos de todo o país — deverão ser empossados pelo presidente do TCE-AM, conselheiro Ari Moutinho Júnior, no próximo mês. Além das provas de conhecimentos gerais e específicos, cujo resultado foi publicado no mês de outubro, os dois foram submetidos à prova de títulos, no mês passado, e concorreram com outros 18 candidatos aprovados na prova escrita promovida pela Fundação Carlos Chagas.

Os recursos interpostos pelos candidatos quanto ao resultado da avaliação dos títulos foram analisados e indeferidos, conforme a coordenação do certame. As respectivas respostas estarão disponíveis no site da Fundação Carlos Chagas www.concursosfcc.com.br) no período de 7 (sete) dias.

As provas do concurso para o preenchimento das duas vagas de auditor — com salário de R$ 28,9 mil — foram realizadas, no último dia 9 de agosto. O concurso teve oito horas e trinta minutos de duração, sendo quatro horas e trinta minutos para responder as cem (100) questões objetivas, pela manhã; e quatro horas para as quatro questões discursivas e uma peça prática, à tarde. Ao todo, foram sete meses de duração do concurso público, desde a inscrição, em maio passado, até o resultado final do concurso divulgado nesta terça-feira (22).

PERFIS

Sérgio Ramalho – É analista de Gestão Pública do Ministério Público Trabalho. Tem mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2013), especialista pela Fundação Getúlio Vargas -FGV- no curso MBA em Gestão Empresarial (2011).  É graduado em Engenharia de Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005) e em Tecnologia em Comércio Exterior pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (2006).

Diego Prandino – É engenheiro eletricista pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009) e especialista em Finanças Públicas pela Escola de Administração Fazendária (2011). Atualmente é Analista do Banco Central do Brasil.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta