Últimos boletins da Covid-19 mostram mais recuperados que testes positivos no Amazonas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Os últimos boletins divulgados pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) indicam uma estabilização da Covid-19 no Estado, com mais recuperados que novos casos. Nas últimas 24 horas, por exemplo, 911 amazonenses se recuperaram da doença, enquanto 797 testaram positivo para ela. Cinco morreram após período de internação. A maioria dos casos continua concentrada no interior.

Dos casos confirmados hoje de contaminação, 68 realizaram exame de biologia molecular RT-PCR, que identifica o vírus no organismo e detecta casos novos agudos entre o terceiro e o sexto dia de sintomas, período de transmissão da doença. Os outros 729 foram confirmados por testes rápidos que detectam os anticorpos, com data de oito a 60 dias ou mais das primeiras manifestações da Covid-19.

Conforme o boletim, foram confirmados mais 24 óbitos pela doença, dos quais cinco ocorridos nas últimas 24 horas e 19 que tiveram confirmação diagnóstica na data de hoje, elevando para 3.118 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus desta quinta-feira (16/07), foram registrados 30 sepultamentos e cinco óbitos domiciliares.

O boletim aponta ainda que 11.173 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, ou seja, são casos confirmados nos últimos 14 dias, que se encontram internados ou em isolamento domiciliar.

Internações – Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 243 pacientes internados, sendo 171 em leitos clínicos (nove na rede privada e 162 na rede pública) e 72 em UTI (13 na rede privada e 59 na rede pública).

Há ainda outros 103 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 72 estão em leitos clínicos (29 na rede privada e 43 na rede pública) e 31 estão em UTI (18 na rede privada e 13 na rede pública).

Ocupação de leitos

Conforme os números consolidados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), nesta quinta-feira (16/07), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era de 46%, e a taxa de UTI não Covid era de 68%. Em relação aos leitos clínicos Covid, a taxa de ocupação estava em 30% nesta quinta; já os leitos não Covid registravam 70% de ocupação.

Notificação

A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-AM a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 87.575 casos, enquanto no interior do estado o número chega a 114.935.

As notificações são realizadas pelas vigilâncias epidemiológicas dos municípios, por meio de sistema de informação de saúde, e repassadas para a FVS-AM, que consolida os dados. Os casos notificados são confirmados ou descartados, futuramente, por exame laboratorial ou testes rápidos.

Nesta edição, seis municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim. São eles: Alvarães, Itamarati, Pauini, São Paulo de Olivença, Tapauá e Tonantins.

Municípios

Dos 88.822 casos confirmados no Amazonas até esta sexta-feira (17/07), 31.350 são de Manaus (35,30%) e 57.472 do interior do estado (64,70%).
Além da capital, 61 municípios têm casos confirmados: Coari (6.316); Manacapuru (3.293); São Gabriel da Cachoeira (3.124); Tefé (3.048); Parintins (3.031); Itacoatiara (1.905); Barcelos (1.891); Humaitá (1.701); Tabatinga (1.589); Presidente Figueiredo (1.578); Iranduba (1.503); Benjamin Constant (1.485); Autazes (1.119); Maués (1.116); Alvarães (1.084); Santo Antônio do Içá (1.081); Eirunepé (1.061); Careiro (1.028); Santa Isabel do Rio Negro (1.008); Tapauá (870); Lábrea (836); São Paulo de Olivença (797); Boca do Acre (742); Barreirinha (736); Carauari (723); Fonte Boa (718); Anori (709); Rio Preto da Eva (691); Atalaia do Norte (645); Nova Olinda do Norte (630); Guajará (627); Novo Aripuanã (615); Uarini (607); Pauini (595); Manicoré (594); Borba (590); Itapiranga (551); Tonantins (524); Urucurituba (512); Beruri (499); Amaturá (475); Urucará (432); Itamarati (429); Anamã (386); Nhamundá (378); Manaquiri (375); São Sebastião do Uatumã (351); Juruá (337); Japurá (327); Jutaí (302); Maraã (301); Boa Vista do Ramos (263); Novo Airão (239); Silves (192); Caapiranga (180); Codajás (175); Canutama (164); Careiro da Várzea (118); Ipixuna (112); Apuí (96) e Envira (68).

Óbitos

Entre pacientes em Manaus, há o registro de 1.947 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus.

No interior, são 56 municípios com óbitos confirmados até o momento, em um total de 1.171. A lista inclui Manacapuru (132); Coari (95); Parintins (93); Tefé (81); Tabatinga (76); Itacoatiara (60); São Gabriel da Cachoeira (48); Iranduba (46); Humaitá (42); Autazes (32); Maués (32); Benjamin Constant (28); Barcelos (24); Nova Olinda do Norte (22); Presidente Figueiredo (20); Santo Antônio do Içá (20); Borba (20); São Paulo de Olivença (19); Fonte Boa (17); Jutaí (15); Lábrea (15); Tonantins (14); Careiro (14); Rio Preto da Eva (14); Alvarães (13); Manaquiri (12); Anori (11); Boca do Acre (11); Santa Isabel do Rio Negro (11); Manicoré (10); Novo Aripuanã (10); Uarini (9); Amaturá (8); Barreirinha (8); Beruri (7); Carauari (7); Itapiranga (6); Novo Airão (6); Urucará (6); Nhamundá (5); Tapauá (5); Juruá (5); Silves (4); Careiro da Várzea (4); Caapiranga (4); Pauini (4); Atalaia do Norte (4); Urucurituba (4); Maraã (4); Codajás (3); Itamarati (3); Guajará (3); Boa Vista do Ramos (2); Japurá (1), Eirunepé (1) e São Sebastião do Uatumã (1). Permanecem sem registro de óbitos os municípios: Anamã, Apuí Canutama, Ipixuna e Envira.

Outros 44 óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) estão sendo acompanhados. Dentre estes, 38 estão em investigação epidemiológica e seis aguardam resultado laboratorial. Ao todo, 496 foram descartados para o novo coronavírus. Informações podem ser encontradas nos sites www.coronavirus.amazonas.am.gov.br e www.saude.am.gov.br/painel/corona.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta