Tudo leva a crer que pistoleiro experiente matou o prefeito de Maraã: encomenda

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

cicero

Um tiro apenas, de espingarda, que atingiu em cheio o abdômen da vítima, que havia passado por uma cirurgia recentemente naquela parte do corpo. Foi assim que o prefeito de Maraã, Cícero Lopes, caiu morto ontem, depois de ser surpreendido quando chegava a uma escola municipal, no final da tarde. As características levam a Polícia a suspeitar que foi um pistoleiro que agiu, a mando de algum desafeto do político.

Amigos de Cícero dizem que ele só tinha problemas com duas pessoas: seu próprio vice, Magno Moraes, e um policial militar com quem se desentendeu. O primeiro recebeu um telefonema anônimo ontem, jurando-o de morte. Por isso, abrigou-se na Delegacia de Polícia do município.

Os dois estavam rompidos desde 2013.

A Secretaria de Segurança reforçou a equipe que investiga o caso.

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta