Tolerância moralmente insustentável

Expressões como miséria, desemprego e fome foram banidas dos pensamentos, atitudes e escrita do excelentíssimo senhor Luís Roberto Barroso, atual Presidente do CNJ. Barroso  acabou  de aprovar despesas de “quase R$400 mil para contratar empresa responsável pelo fornecimento de  refeições”.  Imaginem caros leitores, o  dinheiro virá  do bolso do contribuinte.

Já o Ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Serafim Costa Filho, prometeu  passagens aéreas ao preço de R$200 reais  para aposentados do INSS e  alunos do Prouni. E depois classifica de “insanidade “ a promessa que para muitos foi uma farsa ou insanidade para os mais radicais.

Mas o cúmulo foi o pedido do  presidente  aos parlamentares que “ doem”  ao governo o que é destinado aos estados (emendas impositivas pessoais). Ora, pedir R$1 trilhão de reais em poucos meses significa o quê? Será que o país quebrou?

Contudo, há uma luz no fundo do túnel: o projeto que protege a personalidade digital e a liberdade de expressão na internet foi aprovado na Comissão de Comunicação e Direito Digital (CCDD), o que assegura o respeito à Constituição Federal.

Vamos fazer uma reflexão: muitas vezes as pessoas reclamam do lugar onde moram por ser pequeno, mas, pensando bem, esta casa pode ser o sonho de quem mora na  rua;  outros reclamam do  trabalho que têm, mas, talvez, esse seja o sonho do desempregado…A paz , o sono e  a comida na mesa, sem sombra de dúvida  é o sonho  dos que lutam por anos a fio em uma  guerra interminável pela sobrevivência .

Infelizmente, o País está mergulhado nas profundezas  de um oceano de pessimismo e desânimo da má gestão do grupo político que conduz o Brasil ― falta objetivos claros. Por isso, conforme pesquisa da Genial/Quaest  “a avaliação positiva do mercado sobre o governo Lula caiu para 6%.  Antes era  9%. E, pior, a negativa de 52% subiu para 64%. Sou pessimista quanto a zerar o déficit este ano, que só cresce. E, para 47% do povo a economia vai “ficar do mesmo jeito; enquanto  outros 32% acham que vai piorar”. E, corroborando com estes dados, o DATAFOLHA afirma que “reprovação de Lula vai a 33% e 30% o consideram regular”.  Ele  não engoliu o evento da Avenida Paulista nem  os revezes sofrido no Congresso Nacional. A vergonhosa fala em relação à Israel  e as despesas da primeira dama  conduzem o presidente  ao caos  ―  a irresponsabilidade é o ponto alto.

Os amigos da corrupção jamais irão combatê-lo. Não possuem interesse porque dela se alimentam. Vejam o resultado da extinta “Lava Jato”: confessaram os  delitos, devolveram valores e agora de volta ao mundo da fantasia, denominado ”concorrência ou  licitações” de cartas marcadas ou troca de favores. Onde está a imagem do STF? Com certeza na lata de lixo. E, agora, o presidente Lula coloca outro na AGU para ser o salvador da “galera”; estando o MPF de olho aberto.

O Presidente Lula  e seu partido lutam para reescrever parte do período mais corrupto já vivido  pelo País onde  a desfaçatez, o cinismo, a maledicência e a improbidade  fizeram parte das entranhas da corrupção do lulopetismo. Lula retornou  para ferir todos os brasileiros dignos , honestos  e trabalhadores; bem como para perseguir uma direita que lotou a Av. Paulista e mais 5 quarteirões. A inveja mata, mas não destrói os alicerces da moral e dos princípios cristãos. O padrão PT é o que tem a fraude em seu âmago e a desfaçatez em sua face.

Será que os corruptos vão convencer o povo de que combatem a corrupção? Tem razão  o mestre Ives Gandra Martins: ”Votar em Lula não significa de esquerda, da direita, de baixo, de trás ou de cima, significa uma tolerância moralmente insustentável com o crime e o criminoso”.