Todos os itens da merenda escolar tiveram alta de preços este ano no Amazonas, aponta estudo

A Associação Amazonense de Municípios AAM (AAM) constatou, por meio de estudo técnico feito com base nos Diários Oficiais Eletrônicos dos municípios e das atas de registro de preços, que todos os itens que compõem a merenda escolar tiveram alta de preço este ano no Amazonas, comparado ao mesmo período do ano passado. A aveia, usada para fazer mingau, foi o item que teve a maior alta – 96,52%, seguidao do óleo de soja, básico para a preparação da comida, com alta de 87,49%.

Todos os 38 itens avaliados pela AAM apresentam aumento de preço comparado ao ano anterior. Sendo a menor variação registrada no preço da cenoura, que foi de 1,30%.

Para o presidente da Associação Amazonense de Municípios e prefeito de Manaquiri, Jair Souto (MDB), o estudo foi essencial para que a sociedade entenda o desafio das gestões municipais.“ Esses resultados indicam o desafio de se gerir recursos no Amazonas, especialmente no interior do estado, quando se busca oferecer o máximo possível de serviços públicos em benefício da população”, destacou.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta