Tadros é homenageado em Manaus, depois de encontro com Temer

O presidente eleito da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, chegou ontem a Manaus, onde foi recebido por representantes da Federação do Amazonas (Fecomércio-AM) e homenageado no Balneário do Sesc em Manaus  por um grupo de 200 colaboradores do Sistema “S”, composto pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); Serviço Social do Comércio (Sesc); Serviço Social da Indústria (Sesi); e Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac). 

O presidente se reuniu com os membros da diretoria e do conselho da CNC, Fecomércio/AM e logo após participou de um almoço servido pela entidade. Durante o evento os Alunos da Escola do Sesc receberam medalhas e certificados pelo bom desempenho nas olimpíadas escolares. Ao final uma grande carreata foi realizada para parabenizar o presidente eleito. 

Audiência com o Presidente da Republica

José Roberto Tadros foi recebido em audiência, na última segunda-feira, pelo presidente da República, Michel Temer, no Palácio do Planalto. “Foi um diálogo importante, em que, por iniciativa do próprio Presidente, que fez o convite para a audiência, falamos sobre vários temas, notadamente o desenvolvimento do Brasil, o comportamento da economia e o futuro do Sistema Comércio”, afirmou Tadros.

O dirigente disse ter explanado com muitos detalhes como funciona e os serviços que o Sistema Comércio, por meio de seus braços sociais e de educação profissional, presta à população. “Lembrei ao presidente Temer que os recursos que utilizamos para desempenhar nossas atividades não são públicos e que as instituições que integram o Sistema são rigorosamente fiscalizadas por vários órgãos, internos e externos”, enfatizou.

O futuro da CNC

Para o empresário são necessários e indispensáveis novos projetos e programas para manter o alto nível de prestação de serviços que o Sistema Comércio disponibiliza hoje e ficar nivelado às mudanças que se processam no mercado de trabalho em todo o mundo. “Precisamos estar em consonância com essa realidade, com a vanguarda tecnológica, com a atividade empresarial 4.0 (combinação de máquinas inteligentes, produção, processos e sistemas que formam uma sofisticada rede interconectada).

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta