Sistema de matrículas caiu de madrugada, por causa dos acessos, mas já está normalizado

Começou na madrugada deste sábado, 13, a reserva de vaga de novos alunos, reingressos e desistentes das redes estadual e municipal de ensino. O volume de usuários tentando acessar ao mesmo tempo causou lentidão e indisponibilidade momentâneas, mas a equipe de técnicos da Prodam (Processamento de Dados do Amazonas) que estava de plantão trabalhou na solução e o site e o aplicativo voltaram a funcionar normalmente.

Só para se ter uma ideia da volúpia de pais e alunos, por volta das 4h da madrugada 20 mil pessoas já haviam realizado o processo de matrícula.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta