Silas anuncia candidatura a governador e terá o apoio de PPL, PSC e PTC, além do seu PRB

A pré-candidatura do deputado federal Silas Câmara ganhou o apoio de mais um partido, na manhã desta segunda-feira (5), e já são quatro as siglas da coligação que vai disputar a eleição suplementar para o governo do Amazonas. Agora, além do Partido Republicano Brasileiro (PRB), o Partido Social Cristão (PSC) e o Partido Trabalhista Cristão (PTC), o Partido Pátria Livre (PPL) também integra a base da pré-candidatura de Silas. O anúncio aconteceu durante a entrevista coletiva no Caesar Business, em Manaus.“Este ano, entre 23 de janeiro a 24 de março, visitamos os 61 municípios. Faço isso duas vezes por ano. Há 20 anos eu viajo todo o Amazonas. Posso assegurar a vocês que nenhum pré-candidato viu, sentiu e sabe o que a gente sabe”, afirmou Silas Câmara.

A solenidade contou com a presença do presidente estadual do PSC, Nilton Barroncas, o presidente municipal da sigla, Vereador Joelson Silva, o presidente estadual do PTC, Jonas Santos, o líder do PTC na Câmara, Vereador Coronel Gilvandro, o presidente estadual do PRB, João Carlos Mello, o líder do PRB na Assembleia Legislativa do Amazonas, Deputado Carlos Alberto, além do secretário do PPL, Eraldo Boechat, e prefeitos e lideranças do interior.

“Estou pronto para assumir o Governo. Tenho uma carreira vitoriosa na política. O conhecimento que possuo sobre todos os 61 municípios, o apoio que estou recebendo dos partidos políticos que formam a minha chapa, junto com o meu amigo Coronel Amadeu, e o apoio do povo amazonense referendam a minha pré-candidatura ao governo do meu estado, o Amazonas”, vibrou o pré-candidato.

Aos 54 anos de idade, Silas Câmara é bacharel em Ciências Teológicas e defende o Amazonas na Câmara dos Deputados há cinco mandatos. Casado com Antônia Lúcia, tem quatro filhos e sete netos. No ano passado, realizou uma bonita campanha e foi terceiro colocado na eleição para prefeito de Manaus com mais de 115 mil votos.

O vice na pré-candidatura é o Coronel da Polícia Militar, Amadeu da Silva Soares Júnior. Aos 47 anos, Coronel Amadeu entrou na Polícia Militar aos 18 anos. Na PM, comandou e implementou o Programa Ronda no Bairro, comandou também a Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), foi secretário-adjunto de segurança pública do Amazonas, e secretário de segurança de Roraima.

“Já conseguimos dobrar o número de partidos nos apoiando (em relação à eleição para a prefeitura de Manaus). Tínhamos dois e agora já são quatro. E estamos conversando com outros ainda. O momento é auspicioso, é a hora de avançar”, assegurou Amadeu.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta