Ricardo Nicolau ressurge na cena política negociando apoio do PT para candidatura a prefeito de Manaus

Uma imagem divulgada hoje chamou atenção para uma negociação que vem ocorrendo nos bastidores, envolvendo dirigentes do PT e do Solidariedade. Nela, aparecem na mesa de um restaurante o empresário Ricardo Nicolau, o superintendente da Suframa, Bosco Saraiva e o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Valdemir Santana. Também participa da conversa o presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força. A ideia, segundo o blog apurou, seria montar uma aliança para disputar a Prefeitura de Manaus, que poderia incluir também o PSD do senador Omar Aziz, hoje colocado na cota de apoio à reeleição do prefeito David Almeida (Avante).

Nicolau foi o terceiro colocado na eleição para prefeito em 2020 e o quarto na eleição para o Governo do Estado em 2022. Foi vereador de Manaus e deputado estadual, chegando a presidir a Assembleia Legislativa. Hoje dedica-se ao grupo empresarial de sua família. É o nome do Solidariedade para uma nova disputa municipal.

Já o PT trabalha até aqui apenas com o nome da militante Anne Moura como pré-candidata a prefeita da capital. Próxima do presidente Luís Inácio Lula da Silva, ela foi candidata a vice-governadora em 2022, na chapa do senador Eduardo Braga (MDB), que chegou ao segundo turno.

O PT é dividido em várias tendências e presidido no Estado pelo deputado Sinésio Campos, que não participou da reunião nem se pronunciou até agora sobre o assunto. O que deve prevalecer no partido, entretanto, é a posição da direção municipal, comandada por Santana.

Colabora para o entendimento com o Solidariedade o fato de que os principais candidatos até aqui não fizeram acenos ao PT. O prefeito David Almeida, o deputado Amon Mandel (Cidadania) e o presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade (União Brasil), acenam preferencialmente à direita, olhando para os números da última eleição, quando o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) venceu Lula por larga margem na capital.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta