“Regatão do Bem” atendeu mais de 17 mil pessoas em 10 municípios durante a estiagem

A Campanha ‘Regatão do Bem’ divulgou nesta semana, o relatório com resultados da campanha realizada em 2023. De acordo com dados divulgados no relatório, 80 toneladas de alimentos, 10 mil litros de água e 250 litros de cloro e detergente foram destinados a 4.461 famílias, impactando diretamente 17.844 pessoas. A Campanha chegou a 10 municípios, sendo eles: Autazes, Carauari, Careiro, Itapiranga, Lábrea, Manicoré, Rio Preto da Eva, São Sebastião do Uatumã, Tapauá e Tefé. Ao todo, 5 Unidades de Conservação e 10 associações ou grupos produtivos foram apoiados. 

Isso foi possível com o apoio do Greenpeace, que colaborou com a logística de entrega das cestas e demais mantimentos em localidades mais distantes e também da Associação Agroextrativista Comunitária da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã (AACRDSU), Associação das Mulheres Indígenas do Médio Solimões e Afluentes (AMINSA), Associação de Produtores Agroextrativistas do Flona de Tefé e Entorno (APAFE) e Associação de Manicoré, que apoiaram na distribuição dos mantimentos dentro das comunidades.  

A doação expressiva de R$ 743 mil por meio do programa de Ajuda Humanitária da Fundação Banco do Brasil (FBB), proporcionou recursos necessários pra estender o alcance da Campanha. Além da FBB, outros parceiros como, o Mercado Pago, a marca de garrafas térmicas Stanley, A Cruz Vermelha em parceria com o Instituto Saúde Sustentável (ISAS), o Planeta Ecco, e a Rodovitor Transporte puderam apoiar e expandir as entregas no estado. A contribuição de pessoas físicas, que puderam doar e apoiar esta causa por meio de nosso pix institucional, também foi significativa. O Idesam também recebeu apoio voluntário para o carregamento de cestas e apoio logístico na entrega em barcos e caminhão. 

Todo o recurso recebido e utilizado está disponível no site do Idesam, por meio da prestação de contas da Campanha. Além disso, a prestação de contas do recurso recebido da FBB e utilizado na Campanha, também foi aprovado. Todas as demais informações detalhadas da Campanha também constam no relatório. 

A Campanha não se limitou apenas no fornecimento de cestas básicas e materiais de higiene para as famílias e associações. O ‘Regatão do Bem’ também proporcionou suporte para capacitação, assistência técnica e auxílio logístico para manutenção de produção e negócios. A iniciativa também desempenhou um papel importante na recuperação e manutenção de poços de água, garantindo o abastecimento de comunidades e auxiliando na irrigação de mudas. 

Regatão do Bem 

A região amazônica enfrentou uma das piores secas já registradas nos últimos 121 anos, que deixou todos os municípios do Amazonas em situação de emergência. A Campanha, que surgiu em 2020 e apoiou famílias com cestas básicas e kits de higiene durante a pandemia da Covid-19, foi retomada para levar apoio para as famílias impactadas pela estiagem.  

Regatão é um tipo de barco que funciona como comércio nas comunidades ribeirinhas da Amazônia, levando alimentos e outros mantimentos a quem precisa. Em nossa Campanha, o ‘Regatão do Bem’ não só aliviou as necessidades básicas das comunidades afetadas pela estiagem, como também pode oferecer um olhar holístico para a recuperação sustentável dessas regiões. O Idesam foi apenas a ponte, de um exercício de solidariedade e ação concreta em prol do bem-estar comum. 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta