PSB fecha questão contra a Reforma da Previdência

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O Partido Socialista Brasileiro(PSB) definiu na manhã desta quinta-feira (25), que é contra a reforma da previdência. A informação foi confirmada pelo Presidente de Honra do PSB no Amazonas e deputado estadual Serafim Corrêa. Ele participou do encontro que reuniu as lideranças do partido no Hotel Nacional, em Brasília, para definir a posição sobre a reforma.

“Somos do Partido Socialista Brasileiro e não do Partido Liberal Brasileiro. Se não pudermos evitar a reforma, do jeito que está, não faria sentido sequer o partido existir. Sacrificar os mais pobres com essa reforma é cruel demais com os que ganham menos”, disse Carlos Siqueira, Presidente do PSB.

Para Serafim, a reforma é necessária mas precisa ser revista. O risco do rompimento de benefícios, principalmente para pensionistas, a maioria mulheres e trabalhadores rurais, é uma das questões que precisariam ser analisadas com mais cuidado.

“Nos moldes em que a reforma foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça, o partido fecha a questão contra, ressaltando o direito dos seus parlamentares de discutir na Comissão Especial todos os pontos e tentar mudá-los. Após isso, o Diretório Nacional voltará a se reunir para definir sua posição na votação em plenário”, enfatizou Serafim.

O encontro em Brasília contou ainda com as presenças de Renato Casagrande, governador do Espírito Santo; Márcio França, ex-governador de São Paulo; Rodrigo Rollemberg, ex-governador do Distrito Federal; João Capiberibe, ex-senador do Amapá; Tadeu Alencar, deputado federa líder da bancada na Câmara dos Deputados; Geraldo Júlio , prefeito de Recife – PE; Jaqueline Moraes, vice-governadora do Espírito Santo; Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba; Beto Albuquerque, vice- presidente de relações internacionais do PSB; Lídice da Mata, deputada federal e Alessandro Molon, deputado federal, líder da oposição.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta