Projeto de Marcel Alexandre impõe rigor no cumprimento da ordem cronológica da vacinação

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O vereador Marcel Alexandre (Podemos) apresentou um projeto de lei, que leva o número 18/2021 e tramita na Câmara Municipal de Manaus, definindo regras e punição para quem “furar a fila” da vacina contra a Covid-19.  Ele tem insistido para que as Comissões votem a propositura em regime de urgência e se diz chocado com as denúncias, que não param, sobre irregularidades na vacinação. “Todo dia chega uma nova ao meu conhecimento. Isso não pode mais ficar assim”, argumenta.

Alexandre lembra que, no início do processo de vacinação em Manaus, a suspeita do descumprimento da ordem fez com que  a Prefeitura suspendesse a vacinação dos profissionais de saúde devido a denúncias de aplicação de vacinas em pessoas que não estavam na linha de frente de combate à covid-19, nem eram de grupos prioritários. “Agora mesmo foi anunciada a exoneração dos servidores investigados pelo Ministério Público por furar fila. Isso indica que há coisa muito errada.

A demissão de servidores que “furam a fila” está entre os itens do projeto apresentado pelo vereador. “As denúncias são tão recorrentes que o Estado de São Paulo ameaçou não repassar as 50 mil doses que prometeu enviar. Foi preciso que autoridades locais se comprometessem em fiscalizar a aplicação para que o governador João Dória voltasse atrás”, relembra o vereador.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta