Professores mantêm greve, ocupam Assembleia e deputados prometem negociar solução com o Governo

Uma reunião entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) e representantes do Governo do Estado está prevista para ocorrer nesta quinta-feira, 18, com o objetivo de retomar a mesa de negociação sobre o reajuste salarial da categoria. A afirmação é da presidente do sindicato, Ana Cristina Rodrigues, depois de se reunir com deputados estaduais na Assembleia Legislativa hoje pela manhã.

A greve dos trabalhadores da educação do Amazonas foi instalada na manhã de hoje em Manaus e em 34 municípios do interior, após várias tentativas de diálogo com o Poder Executivo. Pelo menos 5 mil pessoas participaram da manifestação em frente à Assembleia Legislativa do Estado.

Os profissionais – administrativos, professores, pedagogos, merendeiras, vigias, auxiliares de serviços gerais e aposentados – reivindicam 25% de reajuste salarial, o pagamento das progressões por titularidade e tempo de serviço, reajuste do vale-alimentação e do auxílio-localidade, revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) e plano de saúde para aposentados.

O Sinteam foi notificado pela Justiça sobre a decisão do desembargador Domingos Chalub de suspender a greve e vai recorrer.

Ataque

Três homens jogaram um catolé na manifestação dos trabalhadores, em frente à ALE. Eles foram presos e encaminhados para o 23º DIP. Ninguém ficou ferido.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta