Presos decretam luto em todo sistema penal por causa da morte de aliados de João Branco

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

corpos

                    Foto de Carla Albuquerque/ d24am

Os corpos encontrados em estado de decomposição na semana passada, nas matas da Vivenda do Pontal, no biairro Tarumã, são de presos do regime semi-aberto, aliados do traficante João Pinto Carioca, o João Branco. Um deles, Lourival Maritiniano, era seu braço direito e xerife do Complexo Penitenciário Anysio Jobim. Por causa das mortes, os presos decretaram luto em todo sistema penal.

Encontrados com braços e pernas amarradas, características de execução, eles teriam sido mortos em acerto de contas do tráfico.

A fonte destas informações é um funcionário do Compaj, que entrou em contato com o blog agora há pouco.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta