Prefeitura denuncia e Polícia prende ex-diretor do Implurb que vendia vantagens

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

A Prefeitura de Manaus denunciou e a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) prendeu em flagrante o ex-diretor do Instituto Municipal de Planejamento Urbano, Ismael Franklin Gonçalves, na tarde de ontem, nas proximidades da Ponta Negra, zona Oeste, pela prática do crime de tráfico de influência.

O município tomou conhecimento da situação por meio de denúncia da própria testemunha envolvida na ação e, com base no princípio de que todo servidor que toma conhecimento de fato ilícito em razão do cargo deve comunicar as esferas cabíveis (administrativa e penal), levou o caso à Polícia Civil.

“A Prefeitura de Manaus destaca que não compactua com nenhum tipo de ato ilícito, sobretudo na área de regularização fundiária, e irá acompanhar o caso, colaborando com a autoridade policial para a identificação de outros possíveis autores”, diz nota distribuída hoje.

Ismael atuou na Vice-Presidência de Habitação e Assuntos Fundiários (VPreshaf), estrutura ligada ao Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e foi exonerado em 1º de junho deste ano. Um procedimento investigativo será aberto para analisar todos os atos praticados por ele no período em que foi servidor municipal.

A Prefeitura de Manaus orienta que qualquer cidadão que se sentir lesado por prática similar deve procurar a Polícia Civil para a formalização da denúncia.

“O caso específico, que culminou na prisão dele, teve início quando Ismael se apresentou como servidor municipal e cobrou a quantia de R$ 2,5 mil a uma mulher que queria a atualização da inscrição pública perante a Subsecretaria de Habitação Fundiária de Manaus. O valor foi cobrado para que o infrator estabelecesse contato com servidores do órgão, e, dessa forma, agilizasse os trâmites burocráticos”, detalhou o delegado Aldeney Goes.

Ainda conforme a autoridade policial, após receber a proposta do infrator, a mulher ficou contrariada com a conduta de Ismael, e procurou a direção do órgão para relatar o que estava se passando. Em seguida, as equipes da DERFD foram acionadas por servidores da SUBHAF e, em colaboração com os policiais civis, a mulher avisou a Ismael que entregaria o valor na sede do órgão.

Na ocasião, as equipes da Especializada montaram campana próximo ao local e, ao perceberem que, de fato, o pagamento seria efetuado, o infrator foi interceptado e recebeu voz de prisão.

O delegado destacou, também, que as investigações em torno do caso seguem em andamento, a fim de identificar se o indivíduo já havia cometido outros crimes da mesma natureza, bem como constatar a existência de comparsas no esquema de tráfico de influência.

Procedimentos

Ismael foi autuado em flagrante por tráfico de influência. Após os trâmites cabíveis no prédio da unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde deverá passar por audiência de custódia via videoconferência.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta