“Prefeito ostentação” leva Amazonino a mais uma de suas muitas festas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza (PROS), que ficou conhecido como “prefeito ostentação”, por causa do seu gosto por festas e sua constante exibição nas redes sociais, em eventos nababescos, conseguiu levar o governador Amazonino Mendes (PDT) para mais um evento promovido por sua administração, uma das que mais ignora solenemente a recomendação do Ministério Público de Contas, de não investir dinheiro público em festas.

Amazonino visitou, neste domingo , a 2ª Feira de Piscicultura de Rio Preto da Eva, uma desculpa para comemorar o aniversário do município. 

No ano passado, Anderson subiu no palanque de Eduardo Braga (MDB), depois desfilou com David Almeida e terminou o segundo turno com Amazonino. É, como se diz no linguajar político, um “artista”.

“Eu estou muito impressionado pelo o que estou vendo aqui no Rio Preto e foi uma transformação rápida. Eu saio mais alegre, cabeça mais levantada, alentado. Porque a gente vê que é possível.  Sempre tive esse sonho, eu sou o homem do ‘Terceiro Ciclo’. Já estou organizando todo meu setor primário. Nosso homem do Idam (Luiz Herval) foi muito elogiado. Nós estamos operando, é por aí o nosso caminho”, frisou o governador.

Amazonino ressaltou que investimento no setor primário dá mais dignidade às famílias amazonenses e desenvolvimento em todo o interior do estado.

“Então, isso é encantador, para mim é a marca, inclusive das minhas aspirações de governo. Quanto mais condições de trabalho dermos ao nosso povo interiorano, mais segurança nós vamos ter na capital, mais escolas, mais condições, e melhora muito a distribuição de renda, de riquezas, mais dignidade das famílias”, disse.

O secretário Executiva de Pesca, Geraldo Bernardino, destacou o esforço técnico desenvolvido pelo governo para solidificar a piscicultura amazonense e, sobretudo, no principal insumo gigantesco do estado, que é a água.

“A piscicultura é uma cadeia produtiva que inicia no tanque, no viveiro, e termina na mesa do consumidor. Mas para isso, era preciso ter tecnologia, assistência técnica, produtor organizado. E para isso o governador tem dado um grande apoio. Na piscicultura, a matéria-prima não é o peixe, nem o insumo. A matéria-prima é a água e nós temos água em quantidade e qualidade”, declarou o secretário.

Caminhão – Na Feira de Piscicultura, Amazonino Mendes determinou ao secretário de Produção Rural, José Aparecido, a formalização de um convênio com a Associação São Francisco de Assis, maior produtora de hortaliças orgânicas do estado, para a aquisição de um caminhão agrícola para facilitar o escoamento da produção local. No local, são 31 produtores.

A agricultora Etelvina da Silva, 63, agradeceu a iniciativa do governador e destacou que o caminhão vai ajudar no escoamento da maior produção de hortaliças orgânicas do Amazonas. “Esse caminhão vai chegar em boa hora. Agradeço de coração o Governo do Estado do Amazonas, porque nos deu essa honra. Toda a comunidade vai nos agradecer. Nós temos muita necessidade de um caminhão para poder escoar a nossa produção do grupo”, disse a agricultura.  

Além da parceria técnica no setor primário entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Rio Preto da Eva, a cidade rio-pretense vai receber, por meio de convênios, recursos para melhoria dos ramais e vicinais

Foto: Valdo Leão

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta