Policiais reforçam corrente pela doação de sangue em Manaus

Neste 14 de junho, o Dia Nacional de Doador de Sangue, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) fortalece a rede de solidariedade ao próximo, intensificando o programa ‘Ciclo Anual de Doadores’ (CAD-PMAM), coordenado pela Diretoria de Promoção Social (DPS). A iniciativa visa contribuir para o  aumento do estoque de bolsas de sangue da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam).

Com diversas campanhas coletivas no decorrer do ano, o programa da PMAM já captou mais de quatro mil bolsas de sangue de 2022 até maio deste ano. 

A diretora da DPS, coronel PM Rejane Filgueiras, ressalta que o programa cresceu significativamente nos últimos anos, e como consequência, a PMAM se tornou, no ano de 2023, a maior instituição do estado a captar doadores de sangue.

“Nós atualmente temos 760 policiais militares cadastrados no CAD. Além disso, recebemos do Hemoam o destaque de instituição que mais colaborou na captação de doadores de sangue do ano de 2023. Nós temos o compromisso com a sociedade e incentivamos a corporação a fazer parte dessa corrente do bem”, destacou a coronel PM.

Além do incentivo ao efetivo de policiais militares, a diretora destaca que o programa vem sendo realizado também em todos os Colégios Militares da Polícia Militar (CMPM’s) da capital e de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), com o intuito de mobilizar e conscientizar os alunos na importância da doação.

“Formamos nossos alunos não apenas para vestir uma farda, mas para terem atitudes e consciência moral. São ensinamentos que vão ajudar a moldar o caráter dos nossos jovens para uma sociedade justa e solidária”, afirmou a diretora da DPS.

A criação do programa CAD

O programa do Ciclo Anual de Doadores se tornou, em 2021, o novo formato do antigo programa ‘PM Sangue Bom’, criado no ano de 2010, em parceria com a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam). 

O objetivo era captar doadores de sangue dentro da corporação, como uma troca de ‘favor’, visto que muitos policiais militares e seus respectivos familiares precisavam do apoio nas transfusões sanguíneas por conta das patologias adquiridas, durante o cumprimento de suas obrigações militares.

O antigo Projeto ‘PM Sangue Bom’ foi o primeiro passo para inserir a Polícia Militar do Amazonas como uma das instituições colaboradoras na mobilização de voluntários doadores de sangue.

Doação de sangue 

O policial militar que deseja se tornar um doador, precisa se direcionar ao Hemoam, portando RG e informar que deseja realizar a doação de sangue para o código do Programa: CAD-PMAM.

O doador masculino pode realizar até quatro doações de sangue, no período de 12 meses, tendo o intervalo de 60 dias para realizar a segunda transfusão e assim sucessivamente. Já a doadora militar feminina, pode doar somente três vezes, no período de 12 meses, com o intervalo de 90 dias para a segunda doação, até completar o ciclo.

Os doadores, após completarem todo o ciclo, têm direito a oito dias de folga do serviço operacional e administrativo, mantendo a regularidade nas doações por meio deste incentivo. Além disso, o militar recebe um certificado de conclusão do ciclo, meia entrada em eventos artísticos em Manaus, entre outros benefícios.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta