Policiais interceptam balsa com 22,2 mil botijões de gás em situação irregular

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Equipes da Base Fluvial Arpão, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), durante patrulhamento no rio Solimões realizaram, na última quarta-feira (10/02), a apreensão de 22,2 mil unidades de botijões de gás GLP, que trafegavam sem licença. A carga estava em uma embarcação e balsa tanque, oriunda de Manaus, e tinha como destino o município de Tefé. Na ocasião, um homem de 43 anos foi detido.

Por volta das 17h, os policiais abordaram a embarcação transportando a substância tóxica e perigosa, sem as exigências estabelecidas em leis do Órgão Ambiental Regulador para transporte, o que poderia ocasionar acidentes graves, como explosões.

A carga foi exibida para a autoridade policial, e o responsável pelo transporte foi conduzido à 10ª Delegacia do município de Coari (a 363 quilômetros da capital). O prejuízo ao crime está estimado em R$ 1,5 milhão.

A Base Arpão foi criada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e atua de forma integrada com efetivos das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, Força Nacional, Secretaria de Operações Integradas (Seopi), do Ministério da Justiça e Segurança Pública e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A Operação “Hórus” é um dos eixos do Programa Nacional de Segurança de Fronteiras e Divisas (Vigia), do Ministério da Justiça. As denúncias podem ser feitas através do 181, o disque-denúncia da SSP-AM. O serviço é gratuito e funciona 24 horas por dia em todo o estado.

Denúncias

Transportar, armazenar substância tóxica, perigosa ou que causam danos à saúde humana ou ao meio ambiente, sem licença ou exigências estabelecidas em leis, é crime e pode ser denunciado ao 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta