Polícia debela tentativa de reocupação da rumorosa invasão Monte Horebe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Com coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a Polícia Militar do Amazonas desmobilizou um foco de reocupação irregular da antiga invasão Monte Horebe, na zona norte de Manaus, na manhã desta quarta-feira (24/02). A informação é de que infratores ligados a uma facção criminosa estão tentando lotear a área. Diversos lotes já estavam demarcados.

Esta é a segunda tentativa de reocupação irregular de terra em Manaus desmobilizada pela SSP, em menos de uma semana. Na quinta-feira passada (18/02), a polícia esteve na invasão José de Alencar, localizada no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. A área, que já havia sido reintegrada, estava sofrendo processo de ocupação irregular novamente. As pessoas abandonaram as barracas e fugiram. O trabalho foi realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas).

De acordo com o secretário de Segurança, Coronel Louismar Bonates, as ocupações serão reprimidas porque representam crime ambiental e também porque, por trás delas, estão membros de facções criminosas ligadas ao tráfico de drogas. “Não vamos permitir que essa situação ocorra”, enfatizou o titular da SSP.

De acordo com denúncias, a área da antiga Monte Horebe estava sendo ocupada irregularmente, desta vez, sob a liderança de traficantes de outra facção criminosa que planejavam transformar a região em reduto do crime.

Conforme o secretário, as informações apontaram que os suspeitos estavam tentando reproduzir a antiga invasão do Monte Horebe com o nome de Nova Jerusalém.

“Estamos aqui para verificar quais são essas áreas, estamos reforçando o policiamento, pois aqui já estava sendo patrulhado constantemente pela Polícia Militar. Como é uma área muito grande, eles estavam tentando burlar essa fiscalização e tentar iniciar uma invasão, que serão reprimidos com todo vigor necessário”, disse.

Denúncias – Informações sobre invasões nas proximidades do Viver Melhor ou sobre os responsáveis podem ser repassadas ao 181, disque-denúncia da SSP ou através do site www.ssp.am.gov.br.

“Seus dados serão preservados. Nós não vamos permitir novas invasões em Manaus, novos guetos sob o domínio do tráfico”, salientou Bonates.

Foto: Erikson Andrade

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta