Pesquisa do Diário mostra que Braga não foi abatido e empataria com Artur em Manaus

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

pesquisa dez

O jornal Diário do Amazonas publica hoje pesquisa de seu instituto, com vários cenários possíveis para a eleição municipal em Manaus. Em todos eles, o prefeito Artur Neto lidera as intenções de votos. Em nenhum deles, entretanto, existe e menor possibilidade da eleição ser definida em primeiro turno e uma constatação salta aos olhos: ao contrário do que os chamados “formadores de opinião” costumam afirmar, o ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga, não está “morto” na capital e se decidisse disputar a prefeitura, empataria com Artur.

A pesquisa também serve para derrubar alguns mitos. Marcelo Ramos, por exemplo, não seria o principal adversário de Artur e sim o deputado Hissa Abraão – isso em um cenário sem Braga. Em todas as simulações o ex-vice-prefeito aparece em segundo lugar, à exceção daquelas em que o nome do ministro é incluído. O ex-deputado aparece sempre em quarto ou quinto lugar, perdendo também para o vice-governador Henrique Oliveira, para Marcos Rotta, para Receca Garcia e até para Amazonino Mendes.

Os votos da oposição, somados, também indicam que Artur teria seríssimas dificuldades num segundo turno em que todos se unissem contra ele. Dilma Roussef vai de mal a pior na cidade e não ajudaria ninguém. E o governador José Melo também teria dificuldades em transferir votos.

Vale lembrar que o Instituto Diário foi bem nas duas últimas eleições.

O blog repete o que vem afirmando: Eduardo Braga não é candidato a prefeito sob nenhuma hipótese. Os outros todos podem disputar a prefeitura.

Veja aqui a pesquisa completa do Instituto Diário

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta