Paulo Guedes agora diz que vantagens comparativas da Zona Franca serão preservadas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, disseram agora há pouco, após encontro com a bancada federal do Amazonas, que a orientação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para a equipe econômica, na reforma tributária que está em gestação, é de preservação das vantagens comparativas da Zona Franca de Manaus.

O encontro serviu para acalmar os ânimos da bancada e dos investidores da Zona Franca de Manaus, depois de uma entrevista concedida por Guedes a jornalistas da Globo News, na semana passada, em que ele disse que não permitiria que o Brasil continuasse “bem ferrado” apenas para manter as vantagens da Zona Franca de Manaus.

Tanto Guedes quanto os integrantes da bancada saíram do encontro de hoje dizendo que estão conscientes de que haverá, sim, mudanças na tributação brasileira, mas que há o interesse de manter o Polo Industrial de Manaus.

O ministro foi convidado e aceitou comparecer a uma das próximas reuniões do Conselho de Administração da Suframa, a fim de reforçar quais são as suas ideias relacionadas ao modelo de desenvolvimento instalado no Amazonas. Ele inclusive brincou ao final da entrevista coletiva concedida logo após a reunião: “me prometeram também um pirarucu”.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta