Para piorar a situação, Melo veta emendas que garantiam reajustes e Polícias podem entrar em greve

O governador José Melo tem o pendor de conseguir piorar situações que já parecem ruins. Tem sido assim ao longo de todo o governo e é assim neste momento nevrálgico para a Segurança Pública. O Diário Oficial que circulou hoje traz o veto dele aos trechos do Orçamento do Estado para 2017, que continham emendas aprovadas pela Assembleia Legislativa, garantindo verba para o escalonamento dos salários da Polícia Civil e as promoções na Polícia Militar.
“Considero o veto ao escalonamento da Polícia Civil um retrocesso do ponto de vista político, pois a emenda foi aprovada por unanimidade na Assembleia Legislativa na última sessão do ano passado. E o momento de anunciá-lo ainda mais infeliz, pois a sociedade está apavorada com os últimos acontecimentos na nossa cidade” diz a deputada Alessandra Campelo.

Veja a nota divulgada pelas entidades que representam os policiais militares:

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta