Oposição tenta instalar terceira CPI da Água na Câmara de Manaus

O pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar a empresa Manaus Ambiental, concessionária do serviço de água e esgoto de Manaus, feito pelo vereador Sassá da Construção Civil (PT), já conta com 11 assinaturas. Se instalada, seria a terceira CPI da Água em menos de dez anos.

Assinaram o pedido os vereadores Jaildo dos Rodoviários (PCdoB), Dr. Ewerton Wanderley (PPL), Chico Preto (PMN), Willian Abreu (PMN), Joana D’arc (PR), Marcelo Serafim (PSB), Carlos Portta (PSB), Plínio Valério (PV) e Professor Fransuá (PV).

A justificativa da  CPI é fundamentada em denúncias apresentadas por consumidores, durante audiência pública realizada no seio da Comissão de Água e Saneamento da CMM, no último dia  24, entre elas, interrupções abruptas no abastecimento de água, suspensão do abastecimento a comunidades por vários dias, cobrança de fatura mensal fora da realidade de famílias carentes, emissão e cobrança de tarifa a  consumidores que possuem abastecimento independente (poço artesiano), ausência de relatório de cumprimento de metas por parte da concessionária, apresentação do plano de ação para atender consumidores da região localizada após a barreira da AM-010, explicação e justificativa sobre  a ocorrência de desabastecimento às zonas lestes e norte.

O assunto rendeu confusão na sessão de hoje da Câmara.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta