Operação da Prefeitura na zona Leste resulta na aplicação de 154 multas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Uma operação integrada com agentes de trânsito, fiscais de transporte, Polícia Militar e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) foi realizada pela Prefeitura de Manaus, coordenada pelo Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), na manhã desta sexta-feira, 5/3, na zona Leste, para combater irregularidades causadas por condutores no trânsito e transporte da capital.

Irregularidades na documentação e descaracterização dos veículos; condutores sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH); carros com excesso de passageiros e motociclistas sem capacete foram algumas das infrações flagradas, que geraram 154 multas aplicadas pelos agentes de trânsito durante a fiscalização, que teve início na alameda Cosme Ferreira e seguiu até a avenida Autaz Mirim, no bairro São José.

“O prefeito David Almeida determinou que parcerias fossem feitas para que possamos apresentar à população um serviço de trânsito e transporte de qualidade. Os mototaxistas e o transporte alternativo terão uma abordagem diferenciada para verificação de documentação e  estado do veículo. Vamos fiscalizar as irregularidades causadas por condutores que não estão comprometidos com o trânsito seguro”, finalizou, Stanley Ventilari, diretor de operações do IMMU.

Com o apoio da PMAM e do Detran-AM, os fiscais de transportes abordaram os ônibus alternativos para verificar a documentação de circulação e reforçar aos passageiros que a polícia está presente para garantir a segurança viária e pública.

“Nós estamos aqui nessa operação planejada, e nosso primeiro objetivo vai ser de orientar e depois a fiscalização. Porque temos a preocupação de oferecer ao cidadão o melhor serviço possível de trânsito e passar a sensação de segurança aos cidadãos”, disse, o tenente coronel PM Cledemir Araújo, comandante de Policiamento da Área Leste (CPA Leste).

Para Eduardo Bentes, 41 anos, as fiscalizações devem ser diárias, pois garantem a ordem nas vias da zona Leste. “Esses motoristas precisam ser fiscalizados com frequência. Eles andam de forma aleatória e, quando a polícia e os agentes estão nas ruas, eles respeitam e dirigem com mais segurança”, concluiu.

Foto – João Viana

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta