Obras do conjunto Ozias Monteiro, paradas desde 2014, serão retomadas pelo Governo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O governador Wilson Lima assinou, nesta segunda-feira (14/12), a ordem de serviço para retomada das obras do Conjunto Residencial Ozias Monteiro II, com 192 unidades habitacionais, localizado no bairro Cidade Nova, zona norte. O anúncio foi feito durante a inauguração da nova sede da Superintendência Estadual de Habitacional (Suhab), na avenida Efigênio Salles, bairro Aleixo.

“Hoje assinamos a retomada das obras do conjunto Ozias Monteiro, na zona norte, com mais de 190 unidades habitacionais, que estavam paradas desde 2014. Os trabalhos serão retomados em fevereiro, e aí teremos o prazo de 300 dias para que essas unidades sejam entregues à população”.

Wilson Lima destacou que, para 2021, mais dois projetos serão retomados com um total de 800 unidades habitacionais. “A partir do primeiro semestre de 2021 estaremos retomando duas importantes obras, perfazendo um total de novas 800 unidades habitacionais, além de outros modelos de solução de moradia que nós estamos trabalhando pra diminuir esse déficit habitacional”.

Nova sede 

A sede da Suhab começa a funcionar em novo endereço, no bairro Aleixo, a partir desta terça-feira (15/12), após 20 anos no bairro do Coroado. O prédio atual proporciona mais acessibilidade à população, além de  melhores condições de segurança e salubridade para servidores e público em geral.

“Hoje nós damos um passo importante de estrutura para o público que vive em condição de vulnerabilidade, e que precisa de uma habitação ou de uma solução de moradia, além de darmos também mais conforto e tranquilidade para os trabalhadores que se dedicam nessa pauta da habitação. Esse é um prédio moderno, em um lugar que oferece maior acessibilidade, e a quantidade de linhas de ônibus aqui é também muito maior”, destacou o governador, que entregou placas de homenagem aos servidores mais antigos da Suhab.

FOTO: Bruno Zanardo

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta