O “Nós, contra eles”

Por Edilson Martins*

Bolsonaro e Haddad no 2o Turno, é a vitória de a política de ódio implantada por Lula e pelo PT, traduzida no “nós, contra eles”.

“Eles” são os inimigos do povo, os não petistas, os coxinhas, os “golpistas”, os reacionários.

“Nós” são os petistas, os parceiros do povo, os verdadeiros democratas, os inimigos dos golpistas, aliados, mesmo que sejam Renan, Sarney, Collor, Jader Barbalho, e mais os seguidores de Lula.

Ao Lula e ao PT não bastaram ganhar, segundo repetidas denúncias e condenações, eleições com quantias milionárias de propinas e repasses ilícitos.

Foi preciso escolher o inimigo mais adequado, um capitão açodado, movido a preconceitos deploráveis.

Racista, homofóbico, nacionalismo raivoso, apologista da tortura, invocação permanente do nome de Deus, visão de quartel e mais família têm sido os seus clichês.

Lula e seus comissários, apostaram nesses predicados do capitão, acreditando numa decisão polarizada, o que de fato vai acontecer.

E, no entanto, esqueceram de combinar com os russos, disse no passado Garrincha, e conforme repete agora Gilmar Mendes, o ministro do STF.

*Jornalista e consultor

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

LEAVE A REPLY