Novo deputado foca mandato no setor primário e na pavimentação da BR-319

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Durante pronunciamento nesta terça-feira (23), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado estadual Ângelus Figueira (DC), que acaba de assumir no lugar de Alessandra Campelo (MDB), enfatizou que seu mandato terá como pauta principal a defesa do desenvolvimento do Amazonas, em especial, dos trabalhadores rurais e a cobrança por iniciativas do poder público para resolver os problemas da BR-319. O parlamentar assumiu a vaga da deputada estadual Alessandra Campelo (MDB) que se licenciou do cargo para ser titular da secretaria de Estado da Assistência Social.

Na opinião de Ângelus Figueira a solução para os problemas da capital começam, neste momento, pela solução dos problemas do interior.

Ângelus destaca que a ausência de perspectivas no interior do Estado está empobrecendo e inviabilizando a vida daquela população. Para tanto, o deputado reforça que é preciso tonificar verdadeiramente a atividade rural, o setor primário, o agronegócio, do pequeno ao grande produtor.

“Eu dei o exemplo da dona Maria Silva, plantadora de maracujá em Manacapuru que trabalha sozinha com dois filhos menores, mas também citei o caso do Francisco Helder que tem milhares de empregos gerados na sua atividade. O Amazonas tem, graças a Deus, a Zona Franca que é fundamental para a vida econômica do Estado, mas ela só já não é suficiente. Nós precisamos impulsioná-la, todavia necessitamos gerar alternativas, senão inviabilizamos o interior. É preciso que haja uma verdadeira mudança neste sentido. A nossa voz vai estar voltada para isso”, argumentou.

BR -319

Engenheiro Civil por formação, Ângelus fez referência aos seus colegas do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM) que lutam pelo asfaltamento da BR- 319 e, no último sábado (20), organizaram um adesivaço da campanha “Asfalto, Já!”.

“Nós precisamos desengessar essa questão para que possamos viabilizar projetos que precisam sair da gaveta. Nós, precisamos sim, da 319. Agora mesmo vivemos uma falta de oxigênio. Se, nós tivéssemos a BR-319 em condições dignas de trafego, podíamos ter minorado o problema. O oxigênio levou seis dias pela rodovia de Porto Velho para chegar à Manaus, o que poderia ter chegado em 24h”, refletiu.

Compromisso

“Quero agradecer a acolhida dos senhores deputados e me colocar à disposição. Quero ser uma voz e autor de propostas e projetos que possam contribuir com o trabalho que essa casa vem fazendo. É com esse espírito que chego hoje e com a gratidão aos mais de 12 mil eleitores com quem, no fim, tenho compromisso de representar o Estado do Amazonas, com muita honra nesta casa. Meu muito obrigado a todos vocês e a certeza de que caminharemos no sentido do progresso no nosso Estado”, disse.

Foto: Jimmy Christian

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta