“Não tenho problemas no TCE-AM e quero governar Itacoatiara”, diz Donmarques

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O ex-deputado Donmaques Mendonça (PSDB) negou hoje que tenha qualquer problema no Tribunal de Contas do Estado. “Qualquer cidadã ou cidadão pode consultar. Tenho apenas uma prestação de contas pendente de julgamento e o parecer técnico orienta pela aprovação. Tive recentemente as minhas contas aprovadas no Tribunal de Contas da União, já em julgamento definitivo. Sou ficha limpa e quero governar a minha cidade, Itacoatiara”, disse ele, reafirmando sua candidatura a prefeito na eleição deste ano.

“Aproveito para tranquilizar todos os meus familiares, amigos e simpatizantes, pois sempre fui muito precavido em todos os cargos que ocupei, seja na esfera municipal, estadual e federal. Sempre saí pela mesma porta que entrei, ou seja, pela porta da frente, graças a Deus”, reforça o tucano.

Donmarques é uma figura conhecida em Itacoatiara e participa da vida pública do município desde a década de 90. Em 1993, aos 18 anos, ingressou na Polícia Militar do Amazonas e em 1997 foi eleito presidente do Grêmio Recreativo dos Cabos e Soldados  do município, função para a qual foi reeleito 2 anos depois. No ano 2000 elegeu-se vereador, reeleito em 2004. Exerceu depois, em duas oportunidades, o cargo de deputado estadual. Foi ainda diretor executivo da Superintendência de Portos e Hidrovias e da AHIMOC e trabalhou no Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre, o DNIT. Foi ainda ssessor na segunda Secreraria do Senado Federal.

Em 2012, Donmarques coordenou a campanha vitoriosa do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, seu correligionário, e assumiu no ano seguinte a secretaria particular e a chefia de gabinete da Prefeitura de Manaus.

O político já teve a experiência de exercer o cargo de prefeito de Itacoatiara por três meses em 2009, depois que o então titular, Antonio Peixoto (PT), teve o mandato cassado. Ele tinha sido o segundo colocado na eleição de 2008. O petista, que voltou à Prefeitura em 2016, conseguiu àquela altura voltar ao cargo e exerceu o mandato até o final, em 2012.

“O nosso município necessita de um prefeito que tenha experiência no Executivo e Legislativo, nas esferas municipal, estadual e federal. E que tenha forte articulação política. E isso eu tenho, graças a Deus. Só preciso de uma oportunidade para implementar políticas públicas sérias e inovadoras que visem o desenvolvimento de Itacoatiara, tanto da cidade como do interior”, conclui Donmarques.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta