Na capital e no interior, homens são presos por abusar de crianças

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), prendeu preventivamente, nesta sexta-feira (03/05), um homem, de 72 anos, por estupro de vulnerável cometido contra uma adolescente de 13 anos. O crime ocorreu no dia 26 de junho de 2023. A prisão aconteceu no bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul de Manaus. Já a 51ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Benjamin Constant (a 1.121 quilômetros de Manaus), cumpriu, na quinta-feira (02/05), mandado de prisão preventiva de um homem, 48, por estupro de vulnerável cometido contra uma criança de 10 anos. O crime ocorreu em março deste ano, na zona rural daquele município.

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, as investigações em Manaus iniciaram após familiares da vítima registrarem Boletim de Ocorrência (BO) na unidade policial. O crime ocorreu no momento em que a adolescente foi até um mercado que fica localizado em frente à casa do autor.

“No momento em que ela passou, o homem a cumprimentou. Em seguida, ele perguntou o que ela pretendia comprar. A vítima respondeu, mas o homem pediu para que ela se aproximasse mais. Ela se aproximou e foi nesse momento que ele a segurou pela mão, a abraçou e a beijou à força”, explicou a delegada.

Segundo a autoridade policial, o indivíduo tentou tocar nos seios da adolescente, mas a esposa dele se aproximou e ele cessou a ação. A vítima saiu do local, mas no meio do caminho parou e começou a chorar. A tia dela viu e a socorreu.

Ele chegou a ser preso em flagrante no mesmo dia do crime, entretanto, foi liberado para responder ao processo em liberdade.

Após ter sido liberado, o autor não foi encontrado para as fases seguintes do processo e então sua prisão preventiva foi decretada.

O homem responderá por estupro de vulnerável. Ele passará por audiência de custódia e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Tarado de Benjamin Constant

Conforme a delegada Mayara Magna, da 51ª DIP de Benjamin Constant, a equipe policial tomou conhecimento do fato após a mãe e a criança comparecerem à delegacia para relatar sobre o ocorrido.

“Em escuta especializada, a vítima relatou que o crime começou com atitudes verbais por parte do autor, que é primo do seu pai. Ela disse, ainda, que entre os dias 23 e 24 de março o homem dormiu em sua residência, e foi quando ele cometeu o abuso sexual contra ela”, relatou a delegada.

Dias após o crime, de acordo com a delegada, a vítima contou à sua mãe o que teria acontecido. A responsável, por sua vez, levou o caso ao conhecimento das autoridades policiais.

“Devido à gravidade do caso, representamos pela prisão preventiva do indivíduo e conseguimos efetuar a sua prisão em uma comunidade na zona rural do município”, ressaltou a delegada.

O homem responderá por estupro de vulnerável e ficará à disposição da Justiça.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta