Morre aos 80 Humberto Guidotti, padre que marcou época na defesa dos direitos humanos

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Faleceu nas primeiras horas desta segunda-feira (11) em Pistoia, na Itália, o padre Humberto Guidotti, de 80 anos. Ele marcou época em Manaus nas décadas de 80 e 90, como defensor dos direitos humanos e combatente contra a corrupção.

Inquieto com o sofrimento e as injustiças sociais do povo pobre, questionava a falta de políticas públicas dos governos, sem jamais deixar de apontar alternativas.

“O povo brasileiro, em especial, os que vivem no Amazonas e no Maranhão, sentem-se hoje, de certo modo, órfãos daquele padre que, como poucos, soube realizar sua ação missionária entre nós”, disse em nota o Comitê de Combate à Corrupção e ao Caixa 2.

Guidotti foi o idealizador do Fórum pela Ética na Política. Teólogo de formação humanista, ele trabalho no Amazonas por 28 anos e no Maranhão por mais dez.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta