Morre Aguinaldo do Samba, artista que fez história em Manaus

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Aos 56 anos, morreu hoje de madrugada no Hospital Universitário Getúlio Vargas, em Manaus, o músico Aguinaldo Nonato da Silva, o “Aguinaldo do Samba”. Ele foi intérprete das escolas de samba Unidos do Alvorada e Sem Compromisso, além de ser presença constante em festas e pagodes da capital.

A passagem prematura se deu em função de um aneurisma cerebral que ele sofreu há aproximadamente um mês. Inicialmente internado no Hospital João Lúcio, ele foi transferido para o HUGV por causa dos equipamentos melhores de que poderia dispor no local. Ontem à noite ele foi operado em caráter emergencial, mas não resistiu.

Aguinaldo era conhecido pelos bordões “Olha o Bicho” e “O mundo é gay”, que costumava gritar entre uma música e outra, quando se apresentava nos pagodes. Era também presença constante no Jangadeiro Bar, tradicional reduto da boemia no Centro de Manaus, onde cantava não apenas sambas e pagodes, mas também vários outros gêneros. E cantou samba em big bands de Manaus, nos Carnavais.

Vários sambistas e amigos se manifestaram nas redes sociais em homenagem a ele.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta