Ministro diz a deputado que desistiu de realizar o Enem no Amazonas

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

O ministro da Educação, professor Milton Ribeiro, comunicou ao deputado federal Átila Lins (PP-AM), no início da noite desta sexta-feira (15), o adiamento das provas do Enem ((Exame Nacional do Ensino Médio) previstas para os dias 17 e 24 de janeiro no Amazonas. Na quinta (14), em audiência com o ministro, o parlamentar havia solicitado o adiamento da aplicação do exame em razão da pandemia do coronavírus no Estado.

“O ministro me informou que a sua decisão atende ao decreto de calamidade pública do Governo do Amazonas e à manifestação judicial do juiz Ricardo Sales. Ele reconhece a gravidade da situação sanitária do Amazonas e preserva, assim, a saúde dos estudantes. Agradeci ao ministro por essa providência extremamente necessária e importante neste momento tão difícil”, disse Átila.

O Amazonas é um dos estados mais castigados pela pandemia, com Manaus somando 91.461 casos de covid-19 e 3.856 óbitos. “São imensas as dificuldades que o Estado enfrenta com a pandemia e o risco de contaminação dos estudantes seria gigantesco, agravando os casos que já passaram do limite em Manaus”, destacou o deputado progressista.

Qual Sua Opinião? Comente:

Este post tem um comentário

  1. Luiz Carlos Barros de Carvalho

    Acertada a decisão do Ministro da Educação em suspender o exame do ENEM no AMAZONAS.
    Parabéns pela atitude.

Deixe uma resposta