Menezes confirma visita a Amazonino, mas diz que não vai apoiar nem ele nem David no segundo turno

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Fotografado ontem à noite desembarcando de um veículo na entrada da casa do candidato Amazonino Mendes (Podemos), o ex-candidato a prefeito de Manaus Coronel Menezes (Patriota), reafirmou à noite que não apoiará nenhum dos dois postulantes no segundo turno, como já havia antecipado mais cedo. Ele disso que foi comunicar a posição ao veterano político, mas não fez o mesmo com David Almeida (Avante).

Com mais de 100 mil votos, Menezes havia divulgado, por meio de um vídeo e de texto enviado por sua assessoria, que se manterá neutro. Ele informou que recebeu ligação do ex-vice governador Samuel Ranam, nesta segunda-feira, 16/11, para uma conversa informal e foi encontrá-lo.

“Samuel e o ex-governador Amazonino Mendes queriam parabenizar pessoalmente pela minha votação nas eleições, principalmente por ser um nome novo na política local. Tenho amizade com ambos, assim como de outros candidatos que disputaram o pleito comigo. Foi uma questão de cavalheirismo e aproveitei para informá-los que não irei apoiar ninguém. Desejo sorte aos dois candidatos e que a população faça a melhor escolha para Manaus”, declarou Menezes.

Coronel destacou, ainda, que recebeu mensagens de parabenização do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do atual prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB) e do ex-ministro Alfredo Nascimento (PL). “Vivemos em uma democracia e acho perfeitamente saudável esse reconhecimento. O mais importante é que foi feita a vontade das pessoas. Tenho orgulho da nossa campanha e do resultado dela. Não tenho nada a esconder só não admito que certos portais propaguem informações caluniosas sem ao menos checar a veracidade da mesma”, criticou.

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta