Medidores de pressão descalibrados na rede de saúde mobilizam vereadores de Manaus

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on print

Uma comissão formada por quatro vereadores novatos da Câmara Municipal de Manaus (CMM) foi ontem ao Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) pedir apoio para auferir os medidores de pressão utilizados nas Unidades Básicas de Saúde, que segundo denúncias estariam descalibrados. “Se isso for verdade, os diagnósticos estão sendo prejudicados”, disse o diretor-presidente do órgão, Márcio André Brito. A ideia é fazer uma campanha de conscientização para que a população leve seus aparelhos para auferir e que aqueles utilizados na rede pública estejam sempre calibrados.

Foi em uma audiência pública realizada na última sexta-feira (09), na Comissão de Saúde da CMM, que o assunto veio à baila. Os vereadores e especialistas convidados colocaram em dúvida os esfigmomanômetros (conhecidos popularmente como aparelhos de medir a pressão arterial) usados nas unidades de saúde da Prefeitura de Manaus.

Cabe ao Ipem-AM verificar a calibragem deste tipo de equipamento. Por isso os vereadores foram ao órgão aprender um pouco mais sobre o assunto. “Os vereadores vieram conhecer in loco o trabalho que realizamos na área da saúde, dando confiabilidade nas medições, principalmente de quem utiliza esses equipamentos, como os profissionais de saúde e as pessoas que monitoram a sua pressão arterial em casa”, explica Brito.

A ideia a partir de agora é que os vereadores informem toda a população sobre a importância de levar os medidores de pressão ao laboratório do Ipem, para uma checagem. “O ensaio é muito rápido e nós podemos garantir se o seu equipamento está correto ou não”, informou o diretor do Ipem-AM.

“Nós ficamos muito felizes e surpresos com a forma da medição, muito bem assertiva, feito com um alto padrão, buscando a qualidade, buscando o respeito com o cidadão manauara e amazonense. Inclusive quando ele oscila na sua informação, transmite uma ideia muito ruim para aquele que está usando. E nos grandes centros cirúrgicos, por exemplo, isso traz uma situação muito delicada, muito perigosa. E graças ao trabalho que o Ipem tem feito, isso traz tranquilidade para a gente entender que a situação da saúde tem que ter mais respeito ainda”, disse o vereador João Carlos (Republicanos).

“Após audiência pública realizada na semana passada, foi levantada com a prefeitura a ideia de fazer uma indicação para que sejam trocados todos os medidores de pressão da rede de saúde do município”, acrescentou o vereador William Alemão (Cidadania).

 

Qual Sua Opinião? Comente:

Deixe uma resposta